cabecalho apta130219

Workshop sobre produção sustentável de oleaginosas e inclusão social

Apresentar tecnologias de cultivo de oleaginosas (mamona, girassol, amendoim, nabo forrageiro, pinhão manso, soja e patchouly) e discutir suas perspectivas, viabilidade de exploração e possibilidades de investimentos. Este é o objetivo do “Workshop Oleaginosas Alternativas para a Agricultura”, que será realizado, no dia 12 de dezembro (sexta-feira) às 8 horas em Cabrália Paulista (SP), pelo Pólo Regional Centro Oeste Paulista (Jaú), ligado à Agência de Tecnologia do Agronegócio (APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. O evento é promovido pela Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento (UPD) de Bauru, vinculada ao Pólo Regional, em parceria com CATI Sementes e Mudas, UNESP, Centro Paula Souza e prefeituras municipais (Bauru, Cabrália Paulista e Arealva), contando com o apoio financeiro da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Segundo a coordenadora do evento, Aparecida Marques de Almeida, esta será uma excelente oportunidade para o público-alvo (produtores rurais, pesquisadores, estudantes e profissionais ligados ao agronegócio) tomar conhecimento de informações sobre o panorama da produção de oleaginosas e seus aspectos comerciais, tecnologias de cultivo, vantagens no uso para biocombustíveis, redução das emissões de poluentes e benefícios com a inclusão social. Além disso, serão abordados os processos de extração de óleos vegetais e será apresentada a empresa SINA Indústria de Óleos Vegetais, que se está estabelecendo na região para produzir inicialmente óleos de soja e algodão. A importância do workshop pode ser medida, ainda, pela possibilidade de “incentivar o desenvolvimento regional sustentado, o envolvimento de entidades sociais e empresas com atuação local no processo e a geração de trabalho e renda”, diz a pesquisadora Aparecida Almeida. Outra expectativa é a inovação tecnológica na agricultura da região Centro Oeste do Estado (métodos de avaliação de impactos, obtenção de informações relativas às atividades de manejo do sistema de produção e geração de informações precisas sobre as alternativas de diferentes usos das matérias-primas, como alimentação animal e biocombustíveis). Projeto FAPESP O workshop teve origem no projeto “Sustentabilidade na Produção de Oleaginosas como Inclusão Social”, desenvolvido por pesquisadores do Pólo Regional Centro-Oeste (UPD Bauru)/APTA/SAA em parceria com os técnicos do Departamento de Sementes e Mudas da CATI/SAA, Sistema Agroindustrial Integrado (SAI-SEBRAE) Escola Técnica Estadual Astor de Matos Carvalho/Centro Paula Souza (Cabrália Paulista), Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA/UNESP-Botucatu) e Prefeituras Municipais de Bauru e Arealva. O projeto, que tem o apoio financeiro da FAPESP, atende demanda regional da Associação de Produtores de Arealva e do Assentamento Nossa Terra, que foi ratificada pelos Conselhos Municipais de Agricultura de Arealva e de Bauru. O projeto tem por objetivo consolidar um sistema gerencial de articulação dos diversos atores da cadeia de produção, no âmbito da pesquisa, desenvolvimento e produção de bens, o que permitirá a convergência de esforços e otimização dos investimentos públicos. Pretende, ainda, articular parcerias técnico-científicas para a disponibilização do conhecimento de agências de pesquisa, extensão e universidades; acompanhar e discutir os interesses dos produtores, viabilizando locais de plantio, o intercâmbio e a capacitação e identificar entraves na cadeia de produção. Além disso, o projeto visa possibilitar inovação tecnológica na agricultura da região Centro Oeste do Estado; integrar métodos físicos, químicos e biológicos no aprimoramento do programa de manejo ecológico dos principais problemas fitossanitários regionais; cadastrar os interessados; implantar módulos sustentáveis das culturas oleaginosas para treinamentos e difusão de conhecimentos para formação, capacitação e educação ambiental; incentivar o desenvolvimento regional sustentado e o envolvimento de entidades sociais e empresas no processo; e disponibilizar informações relevantes sobre o cultivo de oleaginosas. O evento será realizado na Escola Técnica Estadual "Astor Mattos Carvalho", localizada na rodovia Lourenço Lozano, s/n. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (14) 3203-3257 / 3281-4391 ou pelo e-mail updbauru@apta.sp.gov.br. PROGRAMAÇÃO 08h 00 - Recepção, inscrição, retirada do material e café 08h 30 - Abertura – Palestra “Panorama da Produção de Oleaginosas” - Dr. Alfredo José Barreto Luiz – EMBRAPA/Jaguariúna-SP 09h 20 – “Tecnologia de Produção de Mamona” - Dr. José Geraldo Carvalho do Amaral - Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes/CATI/SAA-SP - Bauru-SP. 10h00 - Coffee break 10h15 – “Tecnologia de Produção de Girassol e Nabo Forrageiro” - Engenheiro Agrônomo Dílson Rodrigues Cáceres - Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes/CATI/SAA-SP, Responsável pela Rede Temática de Biodiesel do Ministério do Desenvolvimento Agrário/MDA, no Estado de São Paulo 10h55 – “Processos de Extração de Óleo Vegetal” - Engenheiro Mecânico Adilson Manzano - ECIRTEC Equipamentos e Acessórios Industriais Ltda. 11h15 – “Tecnologia de Produção do Amendoim e Novas Variedades” - Dr. Ignácio J. Godoy - Instituto Agronômico (IAC) - Campinas-SP 11h55 - Debate 12h10 - Intervalo para almoço 13h30 – “Tecnologia de Produção de Pinhão Manso” - Engenheiro Agrônomo Sylmar Denucci - Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes/CATI/SAA-SP - Águas de Santa Bárbara-SP 14h10 – “Tecnologia de Produção de Soja” - Engenheiro Agrônomo Márcio Luiz Mondini - Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes/ CATI/SAA-SP - Paraguaçu Paulista-SP 14h50 - Apresentação da Empresa SINA Indústria de Óleos Vegetais - Bauru-SP 15h10 - Coffee break 15h25 – “Tecnologia de Produção de Patchouly” - Engenheiro Agrônomo Adriano Reis - Destilaria Bauru - Bauru-SP 16h05 - Debate 16h30 - Encerramento Assessoria de Comunicação da APTA José Venâncio de Resende/Taís de Toledo Barros Auller (11) 5067-0424
Pin It

Notícias por Ano