cabecalho apta130219

São Paulo: previsão de safra para café, cana e laranja

Na safra 2008/2009, segundo levantamento realizado em abril pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) e pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), a produção paulista de café poderá alcançar 4,1 milhões de sacas beneficiadas, 8,8% menor que a obtida na safra agrícola 2007/08, resultante de 9,1% a menos na produtividade, principalmente por conta da bienalidade da lavoura, em uma área de 223,2 mil hectares, 0,3% menor que a passada.

A área estimada com plantio de cana-de-açúcar, na atual safra agrícola, apresenta estabilidade, perfazendo 5,4 milhões de hectares. Este levantamento mostra que, de 2008 para 2009, houve contenção na expansão da cultura no Estado, em quase todas as regionais. Espera-se produção crescente na safra atual, comparada à anterior, de 5,7%, atingindo 414,3 milhões de toneladas produzidas e rendimento de 86,2 toneladas por hectare.

Para a laranja, o levantamento mostra manutenção na área cultivada, totalizando 725,98 mil hectares. Nota-se que a área com plantas ainda sem produção diminuiu em aproximadamente 12.700 hectares (9,8%), enquanto a área correspondente aos pés produtivos foi 2,6% maior (15.300 hectares), em relação à 2007/08; tal comportamento parece indicar um arrefecimento em novos plantios.

O volume produzido (mas não necessariamente colhido) poderá atingir 358,4 milhões de caixas de 40,8 quilos, com produtividade de 1,8 caixas por pé, decorrente das condições climáticas adequadas para o desenvolvimento e frutificação dos pomares, segundo informações obtidas pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati). A safra passada foi de 354,69 milhões de caixas.

Com base em informações locais, estima-se que 81% do volume produzido poderão ser destinados à indústria nesta safra, em um total de 290,3 milhões de caixas de 40,8 quilos, e as demais (68,1 milhões de caixas), para mesa.

À época do levantamento (abril), os frutos estavam mais visíveis, com tendência de mais frutificação. Ressalta-se que a produção ora disponibilizada, por natureza do levantamento, inclui laranja destinada à indústria, à mesa e à fruta oriunda de pomares domésticos, como também a quantidade perdida que, por ventura, venha a ocorrer nos pomares, durante a colheita e nos packing house.

O levantamento foi realizado em abril pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) e pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), ambos órgãos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. (Informações completas no site do IEA.)

INFORMAÇÕES:
Assessoria de Comunicação da Secretaria
Tel.: 11 5067-0069 – www.agricultura.sp.gov.br
Euzi Dognani/ Adriana Rota/ Nara Guimarães

Acompanhe a Secretaria no Twitter - http://twitter.com/agriculturasp

Pin It

Notícias por Ano