cabecalho apta130219

São Paulo Inicia Estudos De Dutos Para Exportação De Alcool E Açúcar

Nesta quinta-feira (06/07), foi assinado, no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, protocolo de intenções entre o Governo do Estado e a União da Agroindústria Canavieira (Única) com o objetivo de realizar estudos para a implantação de um sistema dutoviário nas faixas de domínio das rodovias, para a exportação de álcool a partir do Rio Tietê através dos portos de Santos e de São Sebastião. Na assinatura estiveram presentes: o Governador Cláudio Lembo, o Secretário de Transportes Dario Rais Lopes, pasta responsável pela execução dos estudos, junto com a Única, representada pelo seu presidente Eduardo de Carvalho. Também compareceram os Secretários de Agricultura e Abastecimento, Alberto Macedo, e o Secretário de Meio Ambiente, José Goldemberg, e representantes do setor sucroalcooleiro. Por esse protocolo, a Secretaria dos Transportes passa também a estudar a viabilidade técnica, econômica e ambiental da infra-estrutura requerida para o transporte de açúcar a granel sólido, por hidrovia ou ferrovia, até o Porto de Santos, onde se concentram diversos terminais açucareiros, com o aproveitamento dos corredores Norte-Nordeste, Oeste-Noroeste e a Hidrovia Tietê-Paraná. Serão analisados ainda o transporte de álcool em larga escala por hidrovia, ferrovia ou duto até o Porto de São Sebastião; o transporte de álcool de maior valor agregado pela hidrovia, ferrovia e duto até o Porto de Santos e ainda o transporte da cana-de-açúcar pela Hidrovia Tietê-Paraná das áreas de produção até as usinas. Na outra ponta, próximo ao produtor, a Secretaria de Agricultura tem atuado no desenvolvimento de novas variedades de cana através de projetos do Centro de Cana, localizado em Ribeirão Preto. Neste local, encontra-se à disposição do agricultor e empresários do setor o maior banco varietal de cana e laboratórios de alta tecnologia para análise de produtividade e combate a pragas. A Secretaria também criou a primeira Câmara Setorial de Biodiesel do país e São Paulo é o único estado da Federação a ter uma legislação que prevê a eliminação gradativa da queima da palha da cana. Outra importante ação do Governo do Estado foi a redução do ICMS de 25% para 12% sobre o álcool hidratado, aumentando a formalidade no setor, com crescimento de 7% na arrecadação. A cana-de-açúcar é o principal produto agrícola do Estado de São Paulo, respondendo por R$ 10,829 bilhões cerca de 36,2% do valor total da produção agropecuária estadual em 2005, que foi de R$ 29,9 bilhões. Gera diretamente 400 mil empregos e nas exportações do ano passado, o setor de cana e sacarídeas, primeiro item da pauta, obteve US$ 3,25 bilhões, o que correspondeu a 68% das exportações nacionais do setor.
Pin It

Notícias por Ano