cabecalho apta130219

ÓRGÃOS DE DEFESA AGROPECUÁRIA DISCUTEM SIGATOKA NEGRA EM GOIÁS

Representantes de onze estados (Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, Paraíba, Pará, Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná) participarão amanhã e quinta-feira (25 e 26), a partir das 8h30, em Goiânia, de reunião com órgãos de defesa agropecuária. Na oportunidade, serão discutidas as implicações da Instrução Normativa nº 17, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), nas ações dos estados oficialmente reconhecidos como Área Livre de Sigatoka Negra, principal praga da bananicultura mundial. A reunião acontecerá na Secretaria de Agricultura e visa harmonizar os procedimentos referentes à manutenção do status de área livre da Sigatoka nos estados. A praga ataca as folhas da bananeira, causando rápida decomposição, reduzindo a capacidade fotossintética e provocando a morte da planta antes mesmo da formação do cacho de frutos. Como conseqüência, a produção é reduzida. O transporte de frutas em caixas de madeira, ou folhas da bananeira, o vento e a chuva são os principais meios de disseminação da doença.
Pin It

Notícias por Ano