cabecalho apta130219

Reunião técnica discute tecnologia, evolução e oportunidades do sistema de plantio direto

O Instituto Agronômico (IAC-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, promove no dia 18 de agosto (terça-feira), em Campinas (SP), “Reunião Técnica do Programa SPDireto II 2009”, destinada a pesquisadores, técnicos e estudantes. O evento é destinado a discutir o desenvolvimento do sistema de plantio direto nas diferentes condições regionais, de maneira integrada e multidisciplinar. O objetivo é avaliar dificuldades e obstáculos encontrados na implantação do sistema, bem como necessidades de pesquisa e experimentação em busca da evolução tecnológica.

Na abertura, o coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), pesquisador Orlando Melo de Castro, vai falar sobre conjuntura e oportunidades do sistema de plantio direto. Já o pesquisador Ondino Cleante Bataglia, da Fundação Agrisus, apresentará o “Estado da arte do plantio direto no Brasil, avaliado pelo Rally da Safra 2009”. 

Os resultados do Projeto LUPA (Levantamento Censitário das Unidades de Produção Agropecuária do Estado de São Paulo), 2007/08, sobre o plantio direto serão apresentados pelo engenheiro agrônomo Mário Ivo Drugowich, da Divisão de Extensão Rural da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (DEXTRU/CATI).

Já o pesquisador Marcelo Francisco Arantes Pereira, do Pólo Regional Centro Norte/APTA, vai abordar o tema “Entomofauna de solo em sistema de integração lavoura e pecuária (milho x braquiária)”.

Também estão previstos debates sobre a situação atual, demandas e oportunidades; discussão de propostas de pesquisa para a safra 2009/10; e informações gerais sobre o SPDireto por parte da pesquisadora do IAC Isabella Clerici De Maria, coordenadora do evento.

Área estadual

Em estudo de análise econômica dos plantios direto e convencional em 2001, os pesquisadores Marli Dias Mascarenhas Oliveira (IEA-APTA) e Alceu de Arruda Veiga Filho (APTA) estimaram em 550 mil hectares a área cultivada com grãos em sistema de plantio direto no Estado de São Paulo. Isto representava 35% da área paulista de grãos e cerca de 4% da área agricultável ocupada no Estado (de aproximadamente 18 milhões de hectares).

Com base nos dados do Projeto LUPA 2007/08, o pesquisador José Alberto Ângelo (IEA) calculou em 760,76 mil hectares a área atual cultivada em sistema de plantio direto no Estado de São Paulo. Os destaques são a soja (com 243, 8 mil hectares), o milho (205,14 mil hectares), o milho safrinha (111,38 mil hectares), o feijão (47,96 mil hectares), a cana-de-açúcar (38,48 mil hectares) e o trigo (30,58 mil hectares).

SERVIÇO:

“Reunião Técnica do Programa SP Direto II 2009”
Data: 18/08/2009, às 9h15
Local: Anfiteatro do IAC – Av. Barão de Itapura, 1481 – Campinas – SP
Informações: (19) 3241-5893, ramal 302, ou icdmaria@iac.sp.gov.br

Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Acompanhe a Secretaria de Agricultura no Twitter 

 

Pin It

Notícias por Ano