cabecalho apta130219

Renda dos produtores deve aumentar em até 70% em 2007, diz estudo

Estudos da Diretoria de Agronegócios do Banco do Brasil apontam que a renda dos agricultores deve aumentar entre 50% e 70% no próximo ano, em relação à safra passada. Apesar da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) afirmar que o endividamento rural voltará a ser um problema em 2007, os cálculos da instituição financeira indicam que todos os Estados, com exceção do Mato Grosso, terão condições de quitar os pagamentos das parcelas da dívida do setor. De acordo com o vice-presidente interino de Agronegócios do Banco do Brasil, Dercí Alcantara, os produtores de soja e milho do oeste matogrossense terão dificuldades para quitar as dívidas. – A não ser nos casos onde a infra-estrutura consuma mais valor em relação ao frete, o produtor terá capacidade de honrar os pagamentos – disse. Mais de R$ 5,8 bilhões em dívidas já foram prorrogados nesse ano. Em 2005, as prorrogações feitas pelo Banco do Brasil somaram R$ 2,8 bilhões. Segundo o banco, a perspectiva de preços melhores e de uma safra agrícola maior criou condições para a ampliação do crédito e dos investimentos no setor. O volume a ser aplicado pelo banco na safra 2006/2007 deve alcançar R$ 33 bilhões, 22% a mais que o disponibilizado na safra anterior. Para estimular a safrinha de milho, devido à melhoria dos preços do grão, o banco estima disponibilizar na atual safra R$ 900 milhões em crédito. Na safra passada, os recursos destinados à mesma cultura alcançaram R$ 600 milhões.
Pin It

Notícias por Ano