Apta

Recomendações do Biológico para cuidar de frutíferas no inverno

Ainda é tempo de se iniciar o tratamento das fruteiras de clima temperado, que são suscetíveis a inúmeros micro-organismos que atacam brotações, ramos, troncos flores e frutos, levando a perdas na cultura e a enormes prejuízos aos produtores. Esses micro-organismos permanecem no pomar de um ano para o outro e constituem uma fonte de inóculo para o próximo ciclo produtivo.
É o que recomenda o artigo “Como cuidar das árvores frutíferas no inverno”, dos pesquisadores Eduardo M. de C. Nogueira e Josiane T. Ferrari, do Instituto Biológico (IB-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. “Tratamento de inverno é o conjunto de medidas utilizadas para reduzir a fonte de inóculo no campo, diminuindo, assim, a possibilidade de infecção pelo patógeno remanescente e preparar as plantas para a brotação, florescimento e frutificação, além de reduzir os micro-organismos por métodos simples e menos agressivos ao homem e ao meio ambiente.”
Esse controle pode ser feito até o início desse mês, fase em que as plantas entram em repouso vegetativo, dizem os pesquisadores. O tratamento pode ser subdividido em duas fases. A primeira consta de poda, retirada de frutos danificados, ramos podados e folhas secas, além do tratamento do corte resultante da poda. Na segunda fase, sugere-se a limpeza das árvores e do pomar, antes do início do florescimento, bem como a pulverização das plantas com calda sulfocálcica ou calda bordalesa.
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Acompanhe a Secretaria de Agricultura no Twitter

Pin It

Notícias por Ano