cabecalho apta130219

Programa sanidade em agricultura familiar completa 3 anos com evento em Monte Alegre do Sul

Balanço dos três anos do Programa de Sanidade em Agricultura Familiar (PROSAF) será apresentado, no dia 18 de abril, às 10h00, em Monte Alegre do Sul (SP), pelo Instituto Biológico (IB-APTA) com a presença da secretária de Agricultura e Abastecimento, Mônika Bergamaschi. Além da avaliação do programa, será abordado, durante evento, o projeto FAPESP de monitoramento e controle estratégico de carrapato bovino, bem como será entregue equipamento de proteção individual (EPI), ou seja, roupa para aplicadores de produto sanitário (capa, luva, máscara, óculos, botas, chapéu, etc.), aos produtores cadastrados no programa.  Na ocasião, também será formalizada parceria com a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), relativa aos programas CATI Leite e CATI Ovinos, para o município de Joanópolis.      
O primeiro PROSAF foi realizado em 14 de abril de 2009 no Polo Leste Paulista/APTA Regional, em Monte Alegre do Sul. Nestes três anos, o programa já promoveu 32 eventos, com o total de 892 pessoas atendidas. O tipo de público beneficiado foi basicamente formado por produtores rurais na grande maioria (principalmente agricultores familiares). Também houve 
a participação de técnicos da extensão rural (CATI e prefeituras) e ainda estudantes.  O programa atendeu 15 municípios paulistas, dos quais a grande maioria (10) se concentrou na região de abrangência do Polo Regional Leste Paulista.
O PROSAF não só atua na organização de eventos de treinamento, como também na forma de parceria com projetos de pesquisa e serviços de análises e diagnóstico, diz o pesquisador Miguel Francisco de Souza Filho, do Instituto Biológico. “O intuito é o de desenvolver metodologias e/ou tecnologias para aprimorar as atividades do agricultor/pecuarista.”
Em relação aos planos para o futuro do PROSAF, prossegue Miguel, “pretendemos ampliar o número de municípios atendidos, ou seja, ampliar o raio de ação do Instituto. Mas, além dos próprios  recursos da Instituição, pretendemos buscar recursos junto aos órgãos de fomento na linha de políticas públicas, tais como a FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e também o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Dessa forma, poderemos assistir melhor os produtores e as suas demandas e também cobrir melhor competências (especialistas) que o Instituto não tenha e, assim, transmitir ou ensinar as tecnologias desenvolvidas de uma forma mais completa, abrangendo toda a cadeia do segmento agrícola”.

Acessse nosso álbom de fotos


Mais informações sobre o próximo PROSAF podem ser obtidas pelo telefone (11) 5579-4234.
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende

 

Pin It

Notícias por Ano