cabecalho apta130219

Preços agropecuários fecham janeiro em alta de 0,23%

O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR) registrou alta de 0,23% no mês de janeiro de 2014, de acordo com o Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo. Dentre os produtos que apresentaram viés de alta, o café ocupa a primeira posição com 11,19%, com os preços no mercado interno acompanhando a recuperação das cotações no mercado internacional. Outros oito produtos seguem em alta, mas em menor escala: milho (6,49%), arroz (4,10%), laranja para indústria (2,67%), carne bovina (2,48%), algodão (1,76%), cana-de-açúcar (0,74%), carne suína (0,12%) e feijão (0,01%).
Os produtos que apresentaram quedas mais expressivas de preços neste mês foram: tomate de mesa (24,79%), batata (23,05%), laranja para mesa (13,83%) e a banana nanica (7,10%). Com menores variações aparecem: soja (5,42%), amendoim (5,13%), carne de frango (2,20%), leite C (2,15%), ovos (1,81%), trigo (1,12%) e leite B (1,10%). O levantamento foi realizado pelos pesquisadores do IEA, Danton Leonel de Camargo Bini e José Alberto Angelo.
Para o tomate e a batata, os recuos das cotações refletem o período de colheita da safra, adicionados pela entrada de mercadorias de outros Estados produtores. Porém, como são produtos perecíveis, pode-se esperar aumento nas suas cotações nas próximas semanas devido ao forte calor apresentado em todo o Estado. A baixa verificada nos preços da banana ocorreu principalmente devido a concorrência com outras frutas do verão, o que reduziu a demanda pelo produto.     
 
Acumulado nos últimos 12 meses        
Na comparação de janeiro/2014 com janeiro/2013, 11 produtos apresentaram variações positivas, enquanto outros 9 tiveram variações negativas. Manifestaram preços com incrementos em patamares mais elevados que a inflação acumulada nos últimos 12 meses encerrados em janeiro de 2014 (5,59%), medida pelo IPCA-IBGE os seguintes produtos: banana nanica (102,59%), laranja para mesa (72,26%), laranja para indústria (43,03%), algodão (28,37%), carne bovina (19,00%), leites C (12,86%) e B (12,29%), amendoim (9,13%) e carne suína (7,78%). Tiveram variações positivas no período abaixo da inflação do IBGE a soja (3,43%) e o trigo (2,66%).
Apresentaram reduções de preços os seguintes produtos: feijão (45,27%), tomate para mesa (38,73%), batata (34,53%), ovos (21,97%), milho (18,74%), café (15,82%), carne de frango (16,85%), cana-de-açúcar (5,25%) e arroz (1,43%).
Para ler o artigo completo e consultar as tabelas, clique aqui.
Texto: Nara Guimarães
Assessora de Imprensa
(11) 5067-0498
 
Pin It

Notícias por Ano