cabecalho apta130219

Preços agrícolas sobem 4,59% na primeira quadrissemana de junho

Os preços dos produtos de origem animal subiram 9,96% na primeira quadrissemana de junho, puxando os preços agrícolas no Estado de São Paulo. Assim, o índice quadrissemanal de preços recebidos pela agropecuária paulista (IqPR) registrou alta de 4,59%, segundo o Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Já os produtos de origem vegetal apresentaram variação positiva de 2,43%. “Isso configura a continuidade da pressão inflacionária dos preços agropecuários (principalmente os produtos de origem animal), que têm aumentado mais que os indicadores globais da inflação brasileira”, observam os pesquisadores responsáveis pela análise. As maiores altas foram registradas nos preços da batata (27,20%), da carne de frango (18,37%), do arroz (17,78%), dos ovos (15,32%), da carne suína (15,05%), do tomate para mesa (11,72%) e da carne bovina. Para a maioria dos produtos, este aumento está relacionado a uma conjunção de fatores: final do período de safra (que por si só já provoca o aumento das cotações); aumento do custo de produção (em especial os associados aos preços do petróleo, que vem batendo sucessivos recordes de preços notadamente fertilizantes e combustíveis); clima adverso à produção e movimentos de mercado (commodities), além do efeito dos biocombustíveis sobre a produção de alimentos. As reduções mais expressivas ocorreram nos preços da banana nanica (9,31%), do feijão (3,92%), do café (1,02%) e do milho (0,63%). No caso da banana nanica, o início da colheita nas regiões produtoras elevou a oferta da fruta, acarretando retração da cotação. A análise foi elaborada pelos pesquisadores Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br); Raquel Castellucci Caruso Sachs (raquelsachs@iea.sp.gov.br); José Alberto Ângelo (alberto@iea.sp.gov.br) e José Sidnei Gonçalves (sydy@iea.sp.gov.br). A íntegra do estudo está disponível no site www.iea.sp.gov.br. José Venâncio de Resende Assessoria de Comunicação Social da APTA (11) 5067-0424
Pin It

Notícias por Ano