cabecalho apta130219

Preços agrícolas sobem 3,55% na terceira quadrissemana de julho

O aumento nos preços do tomate de mesa (30,37%), da laranja para indústria (22,78%), do milho (12,59%), da soja (10,50%) e da carne de frango (8,71%) contribuiu para a alta de 3,55% do Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), na terceira quadrissemana de julho de 2008. A análise foi divulgada pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Os produtos de origem animal apresentaram variação positiva de 5,63%, enquanto os preços dos produtos vegetais tiveram acréscimo de 2,71%. “Isto configura a continuidade da pressão inflacionária dos preços agropecuários (principalmente os produtos de origem animal), que têm aumentado mais que os indicadores globais da inflação brasileira”, dizem os autores da análise. Outros produtos que registraram altas significativas nos preços são a carne suína (6,16%) e o leite tipo C (5,68%). No caso do tomate de mesa, a produção foi prejudicada pelo clima (baixas temperaturas e a falta de chuvas), o que reduziu a oferta e elevou a cotação. Já a baixa oferta da laranja para indústria, devido à seca na florada (segundo semestre de 2007), afetou a produção das variedades precoces, ocasionando o aumento da cotação. As quedas mais acentuadas foram verificadas nos preços do trigo (6,37%), da batata (3,59%), da laranja para mesa (3,25%) e do amendoim (2,63%). Para o trigo, a redução dos preços internacionais contribuiu para a queda das cotações do mercado interno. A análise foi elaborada pelos pesquisadores Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br), Raquel Castellucci Caruso Sachs (raquelsachs@iea.sp.gov.br), José Alberto Angelo (alberto@iea.sp.gov.br) e José Sidnei Gonçalves (sydy@iea.sp.gov.br). Além dos e-mails dos autores, outras informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 5067-0511. José Venâncio de Resende Assessoria de Comunicação Social da APTA (11) 5067-0424/0435
Pin It

Notícias por Ano