cabecalho apta130219

Preços agrícolas sobem 0,96% na primeira quadrissemana de novembro

O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), que mede os preços pagos ao produtor rural, subiu 0,96% na primeira quadrissemana de novembro, de acordo com o Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. O índice de preços dos produtos de origem vegetal ficou acima da média (1,32%), enquanto o índice de preços dos produtos de origem animal apresentou variação positiva de 0,83%.
Entre os produtos pesquisados, 12 produtos apresentaram alta de preços (sete do segmento vegetal e cinco do setor animal) e oito sofreram queda (sete de origem vegetal e um do setor animal). As altas mais expressivas ocorreram nos preços da batata (51,60%); do amendoim (9,39%); do tomate para mesa (4,61) e da carne suína (4,27%).
O final da safra de inverno da batata reduziu a oferta, revertendo a conjuntura de preços cadentes de meses anteriores, dizem os pesquisadores Luis Henrique Perez, Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, José Alberto Angelo e José Sidnei Gonçalves. Já os preços elevados do amendoim em pleno plantio refletem a escassez relativa do produto neste período do ano, cuja tendência será estendida até o prenúncio da próxima colheita.
No caso do tomate de mesa, a tendência de queda foi revertida pela redução conjuntural da oferta e pela perspectiva de falta de produto no futuro próximo. Já a carne suína ainda sofre os reflexos do alento nas exportações do produto, associado à pressão da demanda que se deve manter com a proximidade do final do ano.
As quedas mais significativas foram verificadas nos preços da laranja para mesa (5,94%); dos ovos (4,99%); do café (4,36%); da soja (3,65%) e da laranja para indústria (2,14%).
A íntegra da análise está disponível no site www.iea.sp.gov.br.
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424
 

Pin It

Notícias por Ano