Apta

Preços agrícolas caem 0,41% na terceira quadrissemana de maio

O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), que mede os preços pagos ao produtor rural, caiu 0,41% na terceira quadrissemana de maio, de acordo com o Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. O índice geral foi puxado pelos preços do grupo de produtos de origem animal que recuou 2,98%. Por sua vez, o índice de preços dos produtos vegetais aumentou 0,55%.
Entre os produtos analisados, sete sofreram queda de preços (quatro do setor vegetal e três da área animal), enquanto 11 produtos tiveram alta (oito do setor vegetal e três do segmento animal), As quedas mais significativas ocorreram nos preços dos ovos (12,85%); da laranja para mesa (11,27%); do milho (9,50%) e da carne de frango (5,28%).
O retorno ao consumo normal de carnes levou à retração na demanda por ovos, ocasionando assim a queda das cotações, dizem os pesquisadores José Sidnei Gonçalves (in memoriam), Luis Henrique Perez, Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti e José Alberto Angelo.
No caso da laranja para mesa, existe a expectativa de queda dos preços no mercado interno em face da aproximação do início da safra, numa conjuntura de preços cadentes do suco de laranja no mercado internacional (maior que a recente desvalorização cambial) e devido à entrada de outras frutas inclusive cítricas (como as tangerinas). 
A maior oferta de milho neste final de safra e as pressões para que os produtores realizem vendas para honrar compromissos, com o fim dos prazos dos financiamentos, levaram à maior disponibilidade do produto e à queda dos preços internos.
As altas mais expressivas foram verificadas nos preços do tomate para mesa (53,81%); da batata (19,06%); do arroz (8,88%); da soja (8,61%) e da carne suína (6,65%).
A íntegra da análise está disponível em www.iea.sp.gov.br
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Pin It

Notícias por Ano