cabecalho apta130219

Pork Expo 2006 bate recorde de público

Para o presidente do comitê organizador da Pork Expo, o médico veterinário Luciano Roppa, um dos motivos do sucesso do evento foi a realização paralela do III Congresso Latino Americano de Suinocultura, que reuniu 2.515 produtores, técnicos, médicos veterinários, zootecnistas e pesquisadores especializados em suinocultura, que, junto com especialistas de 36 países, debateram temas importantes para o setor. Entre os assuntos de destaque estão as perspectivas futuras para consumo da carne suína e as estratégias de crescimento das empresas do setor. Outro tema importante foi a discussão em torno dos antibióticos promotores de crescimento, com enfoque para iniciativas que visam garantir à carne suína rigoroso padrão de qualidade e segurança alimentar. “Com a participação de especialistas de renome internacional, o evento disponibilizou aos profissionais do setor um dos melhores conteúdos técnico-científicos do Brasil. Por esse motivo, foi uma grande contribuição à suinocultura brasileira. Durante três dias, reunimos representantes de todos os elos da cadeia produtiva da carne bovina para realizar intenso intercâmbio de informações em prol da atividade. E a presença deste público seleto no evento, com alto poder de decisão em granjas de produção, indústrias de abate e processamento e empresas de insumos, favoreceu a geração de negócios durante a feira”, avalia Roppa. Do ponto de vista político, o destaque foi a presença do Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Luis Carlos Guedes Pinto, que pela primeira vez abriu oficialmente a Pork Expo. Já em termos de tecnologia, os destaques foram as inovações em produtos e serviços trazidos por 150 empresas expositoras à feira. Em especial, a tecnologia de produção de biodiesel a partir de sebo suíno, apresentada por uma empresa de Campinas (SP), que pode ser implantada em propriedades rurais de todos os tamanhos. Outro destaque foram os lançamentos em genética suína, desde tecnologias para seleção de matrizes até inseminação artificial. No entanto, além de oferecer ao setor informação científica e tecnologias de produção, a Pork Expo também procurou estimular o consumo de carne suína, estimado atualmente no Brasil em cerca de 12 kg/habitante/ano, média inexpressiva se comparada com os 60 kg/hab/ano, da União Européia. Neste sentido, as iniciativas de destaque foram a Corrida do Porco, o Festival da Carne Suína e o curso de preparo de cortes nobres de carne suína. A Corrida do Porco reuniu mais de 6 mil animados suinocultores para conferir o suíno mais rápido da competição. O animal vencedor veio da granja Top Gen, de Jaguariaíva (PR). Durante o Festival da Carne Suína, foram consumidos gratuitamente mais de 2,5 mil quilos de carne suína, preparadas de diversas formas. O curso de preparo de cortes nobres de carne suína, ministrado pelo consultor Daniel Furtado, teve como objetivo mostrar como frigoríficos, açougues e empórios de carnes podem valorizar a apresentação final do produto. “Tratam-se de iniciativas que têm o objetivo máximo de desmistificar a imagem negativa da carne suína constituída ao longo dos anos. A evolução da suinocultura nos oferece hoje uma carne saborosa, bem acabada, rica em nutrientes e com baixos teores de gordura e colesterol. Além disso, tanto a corrida do porco, como o festival da carne suína, têm o objetivo de promover um momento de descontração entre os participantes da Pork Expo, que, nesses momentos, podem ampliar a rede pessoal de relacionamentos e contatos”, afirma Flávia Roppa, presidente da Animal World, empresa promotora da Pork Expo 2006. Ave Expo 2007, entre 7 e 9 de março – A próxima realização da Animal World é a Ave Expo 2007, que, com apenas duas edições, já é um dos maiores eventos dedicados à avicultura brasileira. A exposição será realizada entre 7 e 9 de março de 2007, em Curitiba (PR), com programação técnico-científica e também exposição de empresas do setor. Na última edição, a Ave Expo reuniu mais 6 mil participantes e congressistas de 26 países. Flávia Roppa explica que a escolha do Paraná para a realização do Ave Expo 2007 deve-se ao fato de o estado ser o maior produtor nacional de frangos de corte, além de responder por 27,63% das exportações de carne de frangos do Brasil. “Trata-se de um evento afinado com as necessidades da avicultura, que tem como foco contribuir com o desenvolvimento da cadeia avícola brasileira”, afirma Flávia. (fonte: Texto Assessoria de Comunicações)
Pin It

Notícias por Ano