cabecalho apta130219

Polo Regional Centro-Sul ganha novo laboratório de tecnologia da cana-de-açúcar

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, inaugurou no dia 29 de novembro, em Piracicaba, o novo Laboratório de Análise Tecnológica de Cana-de-Açúcar “Dr. Paulo Rogério Palma de Oliveira” do Polo Regional Centro-Sul/DDD. Também foi entregue o Laboratório de Testes de Eficiência de Produtos (Fitossanitário) totalmente reformado e ampliado.
Os dois laboratórios receberam investimentos do Governo do Estado no valor de R$ 390 mil. O diretor do Polo Centro-Sul, Fábio Luiz Ferreira Dias, destacou ainda o apoio de empresas do setor privado, da Fundag e da Fundepag. Lembrou que o Polo está inserido numa região onde predomina o cultivo da cana-de-açúcar, mas a pesquisa, além de dar suporte às demandas do setor sucroalcooleiro, já pensa alterntivas para o futuro da região, como  projetos direcionados para olerícolas, bovinos, suínos e agregação de valor.
“O novo laboratório vem melhorar a qualidade das nossas pesquisas e o apoio ao Centro de Cana do IAC”, disse Dias. Já o Laboratório de Fitossanidade visa dar suporte ao manejo da cana, para atingir a produtividade potencial da cultura.
O Diretor do Departamento de Descentralização do Desenvolvimento (DDD), Alceu de Arruda Veiga Filho, vinculou a inauguração do novo laboratório à importância da unidade, base das pesquisas com cana em São Paulo. A antiga Estação Experimental de Cana-de-açúcar de Piracicaba foi implantada em 1926, quando a ESALQ-USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) ainda pertencia à Secretaria de Agricultura. “Havia um forte entrosamento entre a pesquisa e o setor privado que deu a base tecnológica da cana.”
O coordenador da APTA, Orlando Melo de Castro, disse que os investimentos do Governo do Estado (mais de R$ 40 milhões) nas instituições de pesquisa “estão colocando nossas unidades na vanguarda da tecnologia”. Prometeu manter os investimentos principalmente em equipamentos e laboratórios, para que a pesquisa se mantenha alinhada com um setor de grande expressão econômica. Lembrou a importância das pesquisas com cana tanto para a região e São Paulo quanto para outros estados brasileiros e mesmo outros países.
Também participaram do evento o representante do prefeito de Piracicaba, Milton Sérgio Bissoli; o vice-diretor da ESALQ, professor Natal Vello; o coordenador-adjunto da APTA, Antonio Carlos de Carvalho Filho; a chefe da EMBRAPA Meio Ambiente, Adriana Pires; o presidente da Sociedade dos Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil (STAB), José Paulo Stupiello; dirigentes de Institutos de Pesquisa; representantes de entidades financiadoras de pesquisa, pesquisadores e funcionários da APTA.
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Pin It

Notícias por Ano