cabecalho apta130219

Polo Leste Paulista/Apta Regional completa 69 anos

O Polo Leste Paulista/Apta Regional, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, completa 69 anos nesta sexta-feira (5 de agosto), atuando em pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologias. Com sede em Monte Alegre do Sul, o Polo Regional atua nas cadeias de produção de avicultura de corte, postura, cogumelos, frutas vermelhas, hortaliças (destaque em morango, chuchu, alface e batata) e piscicultura, abrangendo ainda a área de pesquisa em economia e desenvolvimento rural.
Histórico - A unidade de pesquisa foi criada em 1942 como Estação Experimental de Monte Alegre do Sul, então vinculada ao Instituto Agronômico (IAC) da Secretaria de Agricultura. Tinha a finalidade de estabelecer as bases técnicas para a restauração econômica de extensa zona do Estado, que abrange grande parte da Serra da Mantiqueira.
A decadência econômica dessa zona, iniciada em 1929 com a crise do café, demonstrou que a sua recuperação só seria possível pela realização de pesquisas que resultassem na restauração da cafeicultura e na introdução de novas explorações em bases técnicas e econômicas.  O objetivo foi constituir uma unidade de pesquisa destinada à implantação da fruticultura e da cafeicultura nas áreas montanhosas e de clima ameno do estado de São Paulo.
Tais estudos visavam também orientar a reconstituição do patrimônio florestal e faunístico e viabilizar a criação de animais adaptáveis às condições da região. A ideia era trazer grandes melhorias para a região, bem como fixar o homem no campo.
Os resultados de muitos estudos realizados e tecnologias geradas na Estação Experimental beneficiaram produtores rurais de todo país.
A Estação Experimental manteve-se como unidade de pesquisa do IAC até 2002, quando o governo de São Paulo reestruturou a Secretaria e criou a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), cuja estrutura compreende os Institutos Agronômico (IAC), Biológico (IB), Economia Agrícola (IEA), Pesca (IP), Tecnologia de Alimentos (ITAL) e Zootecnia (IZ), bem como o Departamento de Descentralização do Desenvolvimento (Apta Regional).
Outros Polos – A Apta Regional que é formada por 15 Pólos Regionais, distribuídos estrategicamente no Estado de São Paulo, e 34 Unidades de Pesquisa e Desenvolvimento (UPD). A criação dessas unidades, em 2002, possibilitou o atendimento das demandas regionais do Estado, que possui características próprias e individualizadas.
A necessidade de regionalizar o conhecimento surgiu num momento em que o Governo do Estado decidiu interiorizar a geração de renda e trabalho como instrumentos de redução das disparidades interregionais. Dessa forma, os Pólos enfocam a região a partir da realidade local das cadeias de produção e suas potencialidades, beneficiando o produtor rural que recebe no campo as tecnologias produzidas pela pesquisa agropecuária.
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Pin It

Notícias por Ano