Apta

Polo Centro-Norte/APTA Regional realiza encontro para discutir ações do projeto “Bacia Hidrográfica: um instrumento de educação”

O Polo Centro-Norte, unidade regional de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), realizou, em 26 de outubro, o III Encontro de Educação Ambiental na Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo e Grande, em Pindorama, São Paulo, para apresentar os resultados do projeto de educação ambiental “Bacia Hidrográfica: um instrumento na educação” e discutir as ações ambientais efetivas realizadas na Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo e Grande. O evento reuniu 75 participantes, entre educadores, pesquisadores e técnicos da área ambiental.
Durante o evento, foram realizadas palestras técnicas sobre a importância dos programas de Educação Ambiental nas bacias hidrográficas, com ênfase ao conhecimento científico gerado pelos Institutos de Pesquisas e Universidades, os quais possibilitam a formação de professores e técnicos de forma consistente e permanente, bem como quatro oficinas técnicas e pedagógicas de temas diversificados, referentes à educação ambiental em recursos hídricos. Cada oficina contou com 20 participantes.
“As palestras realizadas no evento foram de excelência, principalmente porque contamos com profissionais com vasto conhecimento no assunto como o professor José Galizia Tundisi, que é pioneiro na área de limnologia e gestão de bacias hidrográficas, além de Luís Claudio Paterno Silveira, entomologista que utiliza a ciência dos insetos para realizar atividades de educação ambiental, além de outros parceiros do projeto que com certeza contribuem muito para que o nosso trabalho tenha ainda mais êxito”, afirma Antonio Lucio, coordenador do projeto e pesquisador da APTA, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.
Para Maria Conceição, bióloga responsável pelas atividades técnicas e pedagógicas do Projeto de Educação Ambiental, o encontro conseguiu alcançar o objetivo de divulgação das ações promovidas em parceria com as diretorias de Ensino Regionais da Secretaria de Educação do Estado e da Diretoria Municipal na Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo e Grande (BH-TG). “Além de articular a integração das ações educativas, técnicas ambientais entre instituições de pesquisa, de ensino e comunidade, o projeto ainda ajuda a divulgar a missão institucional da APTA, de transferir conhecimento em nível regional”, afirma.
O projeto
O projeto de Educação Ambiental Bacia Hidrográfica: um instrumento na educação, desenvolvido pela APTA tem o objetivo, desde 2005, de divulgar os trabalhos de pesquisa desenvolvidos no Polo Centro-Norte/APTA Regional e promover a educação ambiental por meio de atividades de capacitação de educadores e visita monitorada a uma microbacia local, Córrego da Olaria, situada dentro do Polo Centro-Norte/APTA Regional. Já passaram em visita monitorada pelo projeto cerca de 15.300 alunos e 464 educadores de ensino fundamental e médio da rede pública e privada. Foram 185 educadores e técnicos que participaram da capacitação do projeto, integrantes de 35 municípios pertencentes à Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo e Grande.
O objetivo do projeto da APTA é popularizar os conceitos técnicos e científicos sobre o uso e a ocupação do solo e da água da bacia hidrográfica e preservação dos recursos hídricos. O conteúdo é transferido para dentro da sala de aula e aplicado ao conteúdo programático escolar, visando à formação de agentes multiplicadores, resultando em ações efetivas regionais. O projeto Bacia Hidrográfica da APTA conta com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO) via Comitê de Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo e Grande CBH-TG. A equipe técnica do projeto é formada por profissionais do Polo, membros da equipe técnica e por instituições parceiras da Unidade da APTA.
Texto
Fernanda Domiciano - Estagiária - Assessoria de Imprensa – APTA
(19) 2137-0616/ 613
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424 
Pin It

Notícias por Ano