cabecalho apta130219

Pesquisadora do IZ recebe homenagem da ABC

A Associação Brasileira de Criadores (ABS) em seu aniversário de 79 anos de fundação homenageou diversas personalidades com destaque em 2005, dentre elas está “Pesquisador do ano”, para Maria Aparecida Cassiano Lara pesquisadora científica do Instituto de Zootecnia (IZ), departamento de pesquisa da APTA/SAA, em Nova Odessa, SP. O evento ocorreu na sexta-feira, 9 de dezembro, em São Paulo, na sede da Associação. A ABC, uma das tradicionais entidades da agropecuária nacional, por meio de seus associados, escolheram o nome da doutora Lara para categoria pesquisador do ano, devido aos inúmeros méritos alcançados na área de genética e destacada atuação como pesquisadora do IZ. Paralelamente a homenagem também se estende a Instituição pelos trabalhos desenvolvidos em prol da pecuária brasileira. O presidente da ABC, engenheiro agrônomo doutor Luis Alberto Moreira Ferreira, diz que a "pesquisa faz parte de nosso cotidiano e os trabalhos de Institutos como o IZ merecem reconhecimento, por isso a homenagem a pesquisadora Lara na Categoria Pesquisador do Ano, principalmente com o atual projeto sobre rastreabilidade." Bióloga e doutora em genética, a pesquisadora, nível VI, realiza trabalhos que contribuem para o aperfeiçoamento da gestão pecuária e para qualidade da carne e do leite. Lara tem 25 anos de prestação de serviço público, também trabalhou na Unicamp, no Instituto de Biologia. Hoje atua na área de Genética, com ênfase em Genética Bioquímica e Molecular. A pesquisadora diz que ”foi uma surpresa muito grande a homenagem e para a Instituição isso é muito importante, reconhece o trabalho do IZ, que cumpri sua missão ao desenvolver tecnologias aos produtores”. Para Lara o reconhecimento confirma um dever cumprido, pois sente corresponder as expectativas do meio agropecuário e da sociedade. “Indiretamente, todo conhecimento científico que adquiri foi apoiado pela comunidade, por meio dos impostos que pagam ao governo, fico feliz em retribuir”, fala. “Essa homenagem também reconhece o trabalho da equipe técnica do laboratório, principalmente o servidor Aides José Ribeiro que tem participação direta com todas as pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Genética”, destaca Lara. O diretor do IZ, Paulo Bardauil, cumprimentou a pesquisadora, em reunião, juntamente com as pesquisadoras Daina Gutmanis, Ivani Pozar Otsuk e Maria José Valarini, parabenizando-a pelos trabalhos que realiza e a menção ao Instituto com a homenagem recebida. As principais pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Genética tem ênfase na investigação de paternidade (controle de filiação), estudo de genes relacionados a qualidade do leite e maciez da carne, e emprego de marcadores moleculares na rastreabilidade dos animais e seus produtos. A pesquisadora destaca dois trabalhos, que abordam maciez de carne e paternidade, sendo publicados na Revista "Archivos de Zootecnia", da Universidade de Córdoba, volume 54, nº 206 de 2005. Este ano, sua equipe apresentou e enviou trabalhos no Congresso de Zootecnia, na Sociedade Brasileira de Genética (SBG), ambos no Brasil, e também no Simpósio sobre Recursos Genéticos Animais e XV Congresso de Zootecnia, no México e Portugal, respectivamente. Atualmente mantém contato com diversas equipes internacionais, destacando a Universidade do Porto, Estação Zootécnica de Santarém e Universidade de Córdoba na Espanha. Lara ainda é membro de uma das redes Ibero-Americana, sobre conservação e utilização de recursos genéticos, coordenada por Juan Vicente Delgado, professor e doutor da Universidade de Córdoba, na Espanha, que integra 13 países. “Todo ano há uma reunião para apresentação de trabalhos desenvolvidos na área”, diz. No IZ também desenvolveu trabalhos com ovinocultura e caprinocultura. “Junto com a equipe de pesquisadores da Unidade de Ovinos, avaliamos os cálculos das distâncias genéticas das raças Santa Inês, Poll Dorset, Sulffok e Ile de France”, destaca a pesquisadora. A pesquisadora atuou como co-orientadora de uma dissertação sobre "Caracterização Genética e Morfoestrutural de Caprinos da Raça Moxotó", defendida na Universidade Federal Rural de Pernambuco. "Os caprinos da raça Moxotó, vem perdendo sua composição genética para outras raças como a Anglunubiana. Com o trabalho foi possível conhecer a variabilidade genética da Moxotó, para preservação da raça”, fala Lara. Ainda orientou alunos de graduação da Unimep, Puccamp, Universidade Federal Rural de Pernambuco e Universidade Federal de Santa Maria que estiveram integrados nos projetos do laboratório. Mais homenageados pela ABC Fonte: www.abccriadores.com.br/noticias/noticias.htm Personalidade do Ano Antonio Ernesto de Salvo - Presidente da CNA - Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil. Pecuarista mineiro e Presidente da CNA, Antonio Ernesto de Salvo, começou sua atividade sindical em 1967. Conquistou seu primeiro mandato como dirigente máximo da CNA, em 1991. Recém reeleito para seu sexto mandato, vê como seu principal desafio defender o produtor rural. Pecuarista de Corte Ovídio Carlos de Brito - Tradicional Pecuarista de Corte e Diretor da Companhia Comercial OMB. Entre os melhores ele se destaca não apenas porque "investe em genética" como fazem hoje os pecuaristas modernos do País. O homenageado pela ABC como destaque na pecuária de corte, não quer apenas usufruir da boa genética dos animais, seu objetivo maior é produzir a melhor genética. Pecuarista de Leite Lair Antonio de Souza - Tradicional Pecuarista de Leite (da região de Araras) Durante 25 anos se dividiu em empresas como Ultrafértil, Fosfértil e Sólorico, das quais chegou a ocupar o cargo de presidente. Hoje aposentado das empresas ele se destaca na criação de gado leiteiro da raça Holandesa preto e branco em sua fazenda Colorado em Araras/SP. Jornalista Maristela Teixeira Franco - Jornalista da Revista DBO Formada em Jornalismo e História pela Universidade Federal de Goiás. Iniciou sua carreira como repórter de rádio e assessora de imprensa. Em 1989 passou a se especializar na cobertura do agronegócio brasileiro.
Pin It

Notícias por Ano