Apta

Pesquisador do Biológico levanta situação zoo-sanitária da Guiné Equatorial, na África

O Instituto Biológico (IB-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, deu importante passo na sua atuação em prol do desenvolvimento da Guiné Equatorial, país da costa oeste da África. O pesquisador Ricardo Spacagna Jordão, responsável técnico pela produção de Imunobiológico do IB, esteve naquele país entre 21 de março e 1º de abril.
Jordão foi designado para levantar a situação zoo-sanitária da região, com vistas à construção de laboratórios para diagnóstico e produção de vacinas, de maneira a implementar programas sanitários para identificação, controle e erradicação das doenças que impedem o desenvolvimento agropecuário do país. Foram 10 dias percorrendo o país, incluindo as divisas com Gabão e Camarões, diversas tribos e a Fazenda do Presidente do país, localizada dentro do seu Palácio.
 A Guiné Equatorial obteve a independência da Espanha em 1968. Na década de 1990, descobriu petróleo e viu seu PIB aumentar 126 vezes. Hoje é o maior da África, atraindo investidores de todo o mundo.
Histórico
A Secretaria de Agricultura foi procurada, em 10 de março, pela empresa A.R.G. Ltda., de Belo Horizonte, que desde 2007 atua na Guiné Equatorial implantando uma rodovia. A montagem dos canteiros de obras e a necessidade de aproveitamento da mão-de-obra local levaram a empresa buscar alternativas de geração de empregos por meio da introdução de horticultura e criação de animais (bovinos, suínos, caprinos, aves etc.).
Para a implantação dessas ações, a A.R.G. percebeu a necessidade de se adaptar e desenvolver tecnologias, principalmente referentes à criação de animais. Por isso, procurou a Secretaria de Agricultura com a solicitação de um pesquisador do Instituto Biológico, especializado em sanidade animal, para visitar a Guiné Equatorial a fim de promover levantamento da situação atual para o desenvolvimento de pesquisas.           
Em nova carta ao secretário João Sampaio,  o superintendente comercial da A.R.G. Ltda., Galileu Carvalho de Alcântara, agradeceu “a cooperação desta Secretaria e a eficiência do Instituto Biológico pelo encaminhamento de um excelente profissional especialista na área de sanidade animal”. Ele acrescentou que o levantamento da situação atual das diversas regiões da Guiné Equatorial visa ao desenvolvimento de pesquisas preliminares, que servirão de base para convênio entre a A.R.G. e a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA).
“Como o Instituto Biológico é o principal responsável por gerar, adaptar e difundir tecnologias e inovação para o desenvolvimento sustentável no segmento de sanidade animal na área internacional, é imprescindível a continuidade destas pesquisas”, conclui Alcântara. 
Veja fotos : http://migre.me/wckv

Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
Maitê Laranjeira (estagiária)
(11) 5067-0424
Acompanhe a Secretaria de Agricultura:
www.agriculturasp.blogspot.com
www.twitter.com/agriculturasp
www.youtube.com.br/agriculturasp


 

Pin It

Notícias por Ano