cabecalho apta130219

Percevejo na cama é uma praga reemergente

Conhecidos dos brasileiros na década de 1960, os percevejos de cama hoje são encontrados em todas as classes sociais dos países da Europa, Estados Unidos e Austrália. De acordo com estudo do Instituto Biológico, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, os brasileiros podem ter tido contato com a praga, em viagens ao exterior, e ter trazido os insetos novamente para o País.
Os percevejos de cama são encontrados em locais próximos de seu hospedeiro, o homem, o cão, o gato e até mesmo as aves. Podem ocorrer em residências, hotéis, cinemas, teatros, transportes coletivos, como ônibus, trens e metrôs. Os cruzeiros marítimos e aviões também podem estar infestados, de acordo com Ana Eugênia Campos, Edna Tucci, Francisco Zorzenon, João Justi Junior e Marcos Potenza, pesquisadores do IB.
Até a década de 1960, ainda se ouvia falar de percevejos de cama no Brasil. As pessoas viajavam, se hospedavam em hotéis simples e estalagens e sofriam com a coceira que os percevejos de cama provocavam com suas picadas. De acordo com as pesquisas do IB, o problema diminui com o uso de inseticidas clorados na época, que tinham alto poder residual e eram aplicados em locais infestados. As infestações ficaram restritas à população mais pobre, sendo encontrados principalmente em favelas e presídios.
No site do Instituto há dois questionários que podem ser respondidos pelo público em geral e por controladores de pragas urbanas. “Com esse canal conseguimos identificar os locas no Brasil que enfrentam problemas com esses insetos, além de podermos transferir informações sobre o controle”, afirma a pesquisadora do IB, Ana Eugênia de Carvalho Campos. O questionário pode ser acessado em: http://www.biologico.sp.gov.br/artigos_ok.php?id_artigo=181.  
Conheça dicas dos pesquisadores do IB para identificarem essa praga.
Como reconhecer se existe uma infestação por percevejos de cama:
·         Picadas que coçam e normalmente estão alinhadas;
·         Manchas escuras e pequenas nos lençóis
·         Cheiro de percevejo “maria-fedida”.
Onde procurá-los:
·         Nas dobras de colchões, cobertas, estrados e cabeceiras de cana, sofás, entre outros, próximos a locais de descanso.
·         Sempre que viajar dentro do país ou para o exterior, inspecione o local. Caso encontre os insetos, não se hospede ali. Peça para trocar o quarto ou mude de hotel.
Como reconhecer o percevejo de cama:
·         São insetos sem asas, de corpo achatado, coloração marrom avermelhada, de 4 mm a 7 mm de comprimento – do tamanho de uma semente de maçã – e que têm o hábito de ficarem agrupados.
O que fazer diante de uma infestação de percevejos:
·         Se puder, chame um controlador de pragas com experiência no controle de percevejos de cama;
·         Faça aspiração com aspirador de pó em todas as frestas da cama, estrado, colchões, travesseiros ou qualquer outra superfície onde foram observados os insetos. Jogue fora o saco do aspirador após o uso para não ocorrer reinfestações.
·         Lave tudo o que puder e depois leve para a secadora, de forma que o calor possa eliminar todas as fases do inseto.
Pin It

Notícias por Ano