cabecalho apta130219

No Planeta Inseto, público pode conhecer abelhas sem ferrão e visualizar o interior de uma colmeia ao vivo

Crianças adoram insetos. Em geral, os pequenos curtem observar e até arriscam pegar esses seres bem menores que eles. Mas muitas vezes, o contato se dá somente por meio de filmes e livros, porque nas grandes cidades não há tantas oportunidades de contato com a bicharada na vida real. Imagine então poder vê-los de pertinho e sem correr o risco de tomar uma ferroada das abelhas. Pois essa brincadeira é possível com quatro espécies de abelhas sem ferrão, nativas do Estado de São Paulo, que a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Biológico (IB-APTA), reuniu no Planeta Inseto, único zoológico de insetos do Brasil, localizado Capital paulista. 
A atração Recanto das Abelhas, do Planeta Inseto, é composta por 11 colônias, com duas colônias de abelhas Jataí, três de Iraí, três de Mandaçaía e outras três de Uruçu-Amarela. O público pode visitar uma sala com tecnologia que permite visualizar, ao vivo, o interior de uma colmeia. Neste mesmo espaço, os visitantes,  inclusive grupos de escolas, podem conhecer, terça a domingo e feriados, com entrada gratuita, réplicas de quatro abelhas sem ferrão e assistir a um vídeo sobre a importância desses insetos 
Além de proporcionar diversão, as abelhas expostas no Planeta Inseto desempenham importante papel para o equilíbrio ambiental. De acordo com o diretor-geral do Instituto Biológico, Antonio Batista Filho, elas são responsáveis pela polinização de grande parte das espécies vegetais existentes e, portanto, são fundamentais para a alimentação humana, além de produzirem mel de excelente qualidade. “Os principais objetivos dessas atrações estão na difusão de informações acerca da produção de mel pelas abelhas sem ferrão e a educação ambiental”, afirma Batista. A iniciativa conta com o apoio da empresa Syngenta.
A professora da EMEI Brigadeiro Eduardo Gomes, de São Paulo, Zoraide Jones Arruda, levou em 1º de setembro de 2015, pela primeira vez, seus alunos de cinco a seis anos ao Planeta Inseto. A visita ao espaço foi a conclusão de um trabalho feito em sala de aula, sobre os insetos. “Resolvemos trabalhar com essa temática porque as crianças tinham muita curiosidade pelos insetos que encontravam no jardim da escola. A visita ao Planeta Inseto foi muito legal e rica para as crianças, ela fortalece o projeto que começamos em abril na escola”, afirma Zoraide, enquanto as crianças fazem carinho no bicho-pau, inseto que parece um graveto. 
“Iniciativas como essa são muito importantes, pois levam conhecimento do campo e de ciência para as pessoas da cidade, principalmente para as crianças. A orientação do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, é fazer chegar para as pessoas o conhecimento gerado em nossas unidades de pesquisa”, afirma o Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim.
Planeta Inseto
O Planeta Inseto tem como público-alvo crianças e adolescentes de quatro a 16 anos, mas recebe visitantes de todas as idades. Além das abelhas, os visitantes podem ver baratas praticando corrida, lagartas tecendo fios de seda, formigas trabalhando em sistema organizado e o bicho-pau, que se assemelha a gravetos.   
A exposição Planeta Inseto disponibiliza ao público 25 atrações. De forma lúdica e interativa, o público recebe informações sobre o quanto os insetos estão presentes no cotidiano e sua importância para o ambiente, a produção de alimentos e a saúde humana. “Existem mais de um milhão de espécies de insetos conhecidos e acredita-se que há mais outras sete milhões a serem descobertas. Eles representam mais da metade no nosso planeta. Apenas as formigas ocupam 15% do peso da Terra”, afirma Batista.
O Planeta Inseto está sediado no Museu do Instituto Biológico e conta com autorização de manejo e exposição de insetos emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Desde a inauguração, em 2010, o Planeta Inseto já recebeu mais de 280 mil visitantes, no museu físico e itinerante, e é certificado pela norma ISO 9001:2008 para divulgação científica e cultural em entomologia.
Serviço
O Planeta Inseto – Museu do Instituto Biológico fica na R. Dante Pazzanese, 64, Vila Mariana, São Paulo (SP), e é aberto para visitação de terça a domingo e feriados, das 9 às 16 horas. A entrada é gratuita e o agendamento pelas escolas pode ser feito pelo e-mail planetainseto@biologico.sp.gov.br ou telefone (11) 2613-9500.

Por Fernanda Domiciano e Carla Gomes
Mais informações para imprensa
Assessoria de imprensa
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios
(19) 2137-0613

 

Pin It

Notícias por Ano