cabecalho apta130219

MAPA PROMOVE INCLUSÃO DIGITAL DO HOMEM PANTANEIRO

A importância da inclusão digital e da capacitação de produtores, trabalhadores e empresários rurais das comunidades da Bacia do Alto Paraguai (no Pantanal) foi tema de palestra ontem (07/08), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O trabalho, que vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo na região pantaneira, já conta com 22 bases locais. Nelas, os interessados em aprimorar conhecimentos agrícolas, podem participar de aulas interativas. No total são disponibilizados 30 módulos divididos em cinco temas: práticas agropecuárias; empreendedorismo e administração; melhoria de qualidade de vida; inclusão digital e fortalecimento de práticas de ensino. As aulas ocorrem aos sábados e os alunos recebem apostilas explicativas com exercícios. O cumprimento de todas as tarefas dá direito ao certificado. Segundo o agrônomo da Superintendência do Mapa em Mato Grosso do Sul, Celso Martins, responsável pela palestra, são ensinados, entre outros temas, técnicas de limpeza, conservação e uso correto de seringas de vacina e noções sobre sanidade animal e vegetal. Os interessados terão, ainda, orientações sobre manejo de pastagens, animais, hortas, fruticultura e produtos orgânicos, entre outros. O secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo do Mapa, Márcio Portocarrero, que ficou entusiasmado com a audiência na palestra, com a presença de cerca de 70 pessoas, lembrou que o Projeto de apoio à ampliação do capital social e inclusão tecnológica do homem pantaneiro começou em 2005. Desenvolvido pelo Mapa e pela Fundação Manoel de Barros, a iniciativa conta também com apoio da Embrapa Gado de Corte e Embrapa Pantanal. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas no site www.navegapantanal.fmb.org.br. (Cláudio Cunha)
Pin It

Notícias por Ano