cabecalho apta130219

Leite ferve no bolso

Comprar leite de caixinha está mais pesado para o bolso do consumidor. Por causa da escassez, o preço do produto já está mais alto em alguns supermercados e a situação tende a piorar: a previsão é de que eles tenham aumento entre 5% e 10% nas prateleiras, segundo a Associação Brasileira dos Supermercados (Abras). “Parece pouco, mas é mais do que a inflação do ano passado inteiro”, diz o presidente da Abras, Sussumu Honda. Em 2006, a inflação oficial do País ficou em 3,14%, de acordo com números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Algumas redes varejistas já compraram o produto mais caro da indústria em março e isso já se reflete nas prateleiras: no Carrefour, a caixinha do leite já está em média 6% mais cara. No Wal-Mart, o aumento deve acontecer nas próximas semanas. Sobram justificativas para a falta do produto no mercado: cada setor aponta uma razão diferente. Para a indústria, o problema é que a produção de leite decepcionou no ano passado, o que fez do produto um artigo disputado no mercado. “O preço subiu porque a procura pelo produto está forte”, diz Nelson Muniz, presidente da Associação Brasileira de Leite Longa Vida (ABLV). No início do mês, segundo ele, a indústria vendeu o leite para os pontos de venda em média 10% a 15% mais caro. Para varejistas, o problema é a diminuição da produção de leite na Austrália e na Nova Zelândia, que deixou abandonada uma importante fatia do mercado, prontamente ocupada com as exportações dos produtores brasileiros. “Nem eu entendo o que está acontecendo com o mercado”, diz o presidente da Abras. “Não entramos na entressafra e já tem indústria que negociou o leite, mas não tem o produto para entregar.” A dificuldade para explicar as causas do aumento vem da peculiaridade do mercado de leite. “É um produto que vende muito e não dá para fazer estoque. A indústria tem que captar o leite em um dia e no outro já embalar e sair para o consumidor”, diz. Segundo Honda, as vendas de leite são muito sensíveis aos preços: se o valor aumenta, o consumo cai rapidamente.
Pin It

Notícias por Ano