cabecalho apta130219

IZ sedia debate sobre os desafios respiratórios de suínos

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Zootecnia (IZ-APTA), sediou o Encontro Técnico Regional 2016, da Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos de São Paulo (Abraves), em Nova Odessa, interior paulista. O evento abordou os "Desafios respiratórios na produção de suínos: uma abordagem atual", destacando tendências de mercado e boas práticas de criação e ambiente dentro da suinocultura.
Com a participação de 150 técnicos e profissionais da cadeia produtiva de suínos, o evento, apoiado pelo IZ, trouxe importantes discussões e atualizações técnicas sobre os principais agentes respiratórios, com novas informações ao setor.
Para o pesquisador do IZ, Fábio Enrique Lemos Budiño, doutor em produção animal com ênfase em nutrição de suínos, o treinamento foi de extrema relevância, com muita informação recente sobre doenças do complexo respiratório e sua influência na produção de suínos. “Até mesmo no nosso dia a dia, na pesquisa, poderemos utilizar do conhecimento adquirido para identificar rapidamente um animal do nosso rebanho que supostamente esteja doente e ministrar o medicamento mais indicado”, enfatizou.
“Produtores e estudantes de veterinária tiveram uma visão totalmente atualizada em sanidade de suínos. Os palestrantes explanaram detalhadamente os diagnósticos, sintomas e manejo adequado para boa saúde dos animais”, destacou Budiño.
A diretora-geral do IZ, Renata Helena Branco Arnandes, ressaltou a relevância sobre esse diálogo do Instituto com organizações como a Abraves, ao sediar o evento regional 2016. “A aproximação com os produtores e profissionais da área colabora para melhor atendermos ao segmento da cadeia produtiva de suínos, com qualidade e competitividade.”
Os temas abordados por David Emílio Barcellos da UFRGS foram Manejo de exposição da leitoa a infecção de Mycoplasmahy pneumoniae, um patógeno conhecido, e sobre a interação do estresse e os patógenos secundários nas doenças respiratórias dos suínos.
O consultor em sanidade animal, Edson Bordin, dentro do seu tema estratégias de controle das doenças respiratórias em suínos com perspectiva para retirada do uso de antimicrobianos, falou sobre o impacto do Influenza Vírus no complexo de doenças respiratórias dos suínos na realidade brasileira e o subdiagnóstico das infecções por influenza e a ciclicidade das pandemias.
Andreia Micke Moreno, da Universidade de São Paulo (USP), abordou as atualidades nas pesquisas sobre a ocorrência do Hamoephilus parasuis em rebanhos suínos e sobre a quantidade de estirpes existentes, debateu o sobre o desafio da pleuropneumonia suína e a importância de conhecer a doença e o eficiente controle.
Luís Guilherme de Oliveira, presidente da Abraves regional, falou de forma prática sobre os fatores de risco associados à doença respiratória em suínos.
Para o presidente da associação, o encontro auxilia o setor, que está em constante busca de aperfeiçoamento. “As associações tem a responsabilidade em difundir o conhecimento sobre diversos assuntos que envolvam a produção suína, para o melhor desenvolvimento da cadeia produtiva”, destacou.
O Secretário da Agricultura, Arnaldo Jardim, enfatizou que os projetos de pesquisa do IZ atendem ao Programa do Governo do Estado de São Paulo para o desenvolvimento tecnológico do setor com sustentabilidade e qualidade. “O Programa visa o estímulo à expansão de agronegócios especiais e desenvolvimento do agronegócio familiar, buscando orientar constantemente os produtores sobre manejo, nutrição e sanidade animal, principalmente quanto à segurança alimentar”, destacou.
Por Lisley Silvério

Pin It

Notícias por Ano