cabecalho apta130219

ITAL promove ações para garantia da qualidade de alimentos processados em 51 eventos

Para fomentar a produção correta de alimentos processados, garantindo sua saudabilidade, o Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL-APTA) promoveu uma série de atividades para capacitar produtores, estudantes, engenheiros agrônomos e empresários sobre as áreas de pesquisa, ciência, tecnologia, inovação de produtos, desenvolvimento de projetos e em segurança de alimentos.
Em 2016, foram organizados 51 eventos entre seminários, cursos, pesquisadores, além de servidores do instituto participando de feiras e eventos na área de alimentos e bebidas – além de atividades pontuais focadas em difundir o conhecimento do instituto.
Os temas abordados foram destinados às áreas de cereais, chocolates, balas e confeitos; embalagem; carnes; frutas e hortaliças; engenharia; pós-colheita; análises físicas, sensoriais e estatísticas; análises microbiológicas; análises químicas e laticínios.
O diretor-geral do Instituto, Luis Fernando Ceribelli Madi, destacou que o ITAL foi fundado para desenvolver pesquisa, inovação, assistência tecnológica e difusão do conhecimento técnico-científico para o agronegócio em benefício da sociedade brasileira. “Desde sua criação, em 1963, tem se destacado por ser uma instituição de excelência, criativa e inovadora em seus produtos/processos e ações junto ao Governo, setor produtivo de alimentos e sociedade”, diz.
Os eventos foram organizados por diretores e pesquisadores do ITAL, de acordo com as tendências e demandas da área alimentícia e destinadas à capacitação e ao aperfeiçoamento de profissionais que atuam nas áreas de alimentos e bebidas, além de embalagens e à complementação da formação de estudantes.
Qualidade
Na área de pesquisa, prestação de serviços, assistências tecnológicas para a difusão do conhecimento técnico-científico no agronegócio paulista, o ITAL renovou o certificado na gestão da qualidade durante auditoria realizada pela DQS Management Systems Solutions.
O Sistema de Gestão da Qualidade é certificado dentro da norma NBR ISO 9001, que desde 1998 passa por auditorias externas anuais, visando a manutenção da certificação nesta norma e suas atualizações, a qual tem mantido por todos esses anos. A cada três anos são realizadas as auditorias de recertificação como a que ocorreu em 2016.
“Entre os projetos e pesquisas desenvolvidos pelo ITAL, destacamos a realização de um estudo, solicitado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), com o objetivo estabelecer um protocolo que permitirá evidenciar a segurança microbiológica de mortadelas comercializadas em temperatura ambiente no Brasil, diferenciando produtos seguros de não seguros para esta forma de comercialização”, comenta Madi.
O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, ressaltou que a Pasta investe na modernização dos procedimentos laboratoriais de seus institutos e unidades regionais de pesquisa para garantir a qualidade e a segurança dos alimentos e dos insumos tecnológicos estratégicos.
“Estas ações são prioritárias para embasar Programas de Geração e Transferência de Conhecimentos e Tecnologias para o Agronegócio, como nos orientou o governador Geraldo Alckmin”, diz.
Por Iara Luchiari

Pin It

Notícias por Ano