cabecalho apta130219

ITAL apresentou exemplos de inovação tecnológica para o setor de alimentos

Neste ano, o Instituto de Tecnologia de Alimentos, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios e vinculado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, participou da Agrishow 2013 apresentando ideias de inovações tecnológicas desenvolvida pelo Instituto.
Os visitantes do estande da Secretaria de Agricultura e Abastecimento na Agrishow puderam degustar os produtos, que já estão disponíveis no mercado, e agregaram valor à produção de micro, pequenas e médias empresas do País. O ITAL acredita que o crescimento e a modernização dessas empresas serão essenciais para complementar o setor e suprir as necessidades da sociedade no futuro. A primeira-dama de São Paulo, Lu Alckmin, esteve no estande e degustou os produtos.
Drageado de maçã e cupuaçu
 Em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a empresa Blue Macaw, o Centro de Frutas e Hortaliças (Fruthotec) e o Cereal Chocotec, ambas unidades do ITAL, desenvolveram um drageado de maçã com cobertura de cupuaçu, semelhante a um cereal matinal. O produto inovador pode ser consumido também como snack emantém as características funcionais e antioxidantes das frutas. Além do desenvolvimento do produto, o Fruthotec foi responsável por assessorar a empresa no projeto industrial, capacitação e treinamento dos funcionários da empresa Blue Macaw.
Garapa ou caldo de cana engarrafada
 O Centro de Frutas e Hortaliças do ITAL desenvolveu, em parceria com o Sebrae e com a Empresa Susten, uma tecnologia para processamento de garapa de cana em garrafas. O produto é único no mercado mundial por ser 100% natural e não conter conservantes em sua formulação. Ainda assim, a garapa engarrafada possui vida de prateleira adequada para a distribuição do produto em todo o País e para exportação.
Frutas desidratadas
 Outra boa opção para agregar valor à produção é a desidratação das frutas, que permite a utilização de exemplares descartados na comercialização in natura, por não apresentarem características adequadas para a finalidade (como tamanho da fruta ou aparência). Os especialistas do ITAL possuem conhecimento para treinamento da tecnologia de desidratação e assessoria para montagem de linha de produção. As frutas desidratadas podem ser consumidas como snacks ou vendidas como ingredientes para a indústria alimentar, que as utiliza em bolos, iogurtes, pães entre outros.
Doce de leite com fibras
 O Centro de Tecnologia de Laticínios do ITAL desenvolveu sistema para a produção de doce de leite com adição de fibras. A equipe do ITAL adicionou fibras solúveis ao produto, permitindo ação prebiótica com vários benefícios à saúde dos consumidores.
Todos esses projetos são resultados da atuação do ITAL junto a médias, pequenas e microempresas, com o objetivo de realizar ações de inclusão tecnológica para esse segmento do setor de alimentos, bebidas e embalagens. 
Mais inovação e tendências
As transformações da sociedade, tais como o aumento da população, da expectativa de vida, do nível educacional e de renda, a preocupação com o meio ambiente e a saúde demandam a produção de alimentos em quantidade e qualidade para atender às suas necessidades.
Dessa maneira, o ITAL já está preparado para fornecer apoio e conhecimento para a indústria de alimentos e embalagens. Atualmente, o ITAL possui, além dos grupos técnico-científicos, uma equipe de especialistas que estudam as tendências e inovações do setor de alimentos de todo o mundo, de modo a relacioná-los com as mudanças da população brasileira e a estrutura do setor no País.
Durante a Agrishow, o público pôde conhecer os primeiros resultados das pesquisas desses especialistas publicados nos dois primeiros documentos da série “Trends 2020”: Brasil Food Trends e Brasil Pack Trends. Os dois documentos mostram, de forma detalhada, os resultados do monitoramento das tendências e inovações no setor de alimentos e embalagem, levantamento de dados com base na análise de estudos, pesquisas e visitas técnicas a feiras e congressos do setor.
A realização desses estudos contribui para a disseminação de informações estratégicas, de forma pública e gratuita, gerando benefícios a milhares de empresas, auxiliando-as a inovar e continuar fornecendo à sociedade brasileira produtos alimentícios de qualidade, agregando valores que permitem ao consumidor criar uma relação estreita de identidade e confiança no setor de alimentos, bebidas e embalagem. Os documentos podem ser acessados no seguinte endereço: http://www.ital.sp.gov.br/documentos.php 
Texto: Cleide Elizeu
Assessoria de Imprensa – ITAL
Pin It

Notícias por Ano