Apta

Instituto de Pesca inaugura Centro de Pesquisa do Pescado Continental, em São José do Rio Preto

O Instituto de Pesca (IP-APTA) inaugura o Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio do Pescado Continental, em São José do Rio Preto, interior paulista, amanhã, 18 de junho, às 9h. O evento vai contar com a presença da Secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Mônika Bergamaschi, e do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. O governador vai assinar ainda o Decreto Estadual do Licenciamento da Aquicultura, destinado a facilitar que os piscicultores regularizem seus empreendimentos com base na legislação.  
O Centro foi projetado para ser referência nacional no desenvolvimento de pesquisas na área de aquicultura. Para isso, dispõe de quatro laboratórios e 45 viveiros experimentais de diferentes tamanhos, totalizando 36.800 m²  de área alagada, onde será possível produzir 1.200.000 alevinos de diferentes espécies e 64,2 toneladas de pescado por ano. Além disso, a área conta com um prédio de administração e transferência de tecnologia, incluindo auditório para 70 pessoas e biblioteca especializada em aquicultura, onde será possível atender a cerca de 300 interessados. por mês, entre produtores rurais e estudantes, do ensino fundamental aos cursos de pós-graduação. 
A estrutura contará com quatro laboratórios, o de Análise de Água, Doutora Margarete Mallasen, o de Reprodução de Larvicultura, o de Nutrição e Sanidade de Organismos Aquáticos e o de Ensaios Biológicos. O Laboratório de Análises de Água, Doutora Margarete Mallasen tem 247m² e  capacidade para realizar 500 a 600 análises de parâmetros de qualidade da água por mês. Ele foi estruturado para ser certificado e acreditado, possibilitando oferecer serviços de qualidade para usuários da pesquisa, produtores rurais, industriários e órgãos governamentais.
O Laboratório de Reprodução e Larvicultura tem capacidade para produzir cerca de 10 milhões de larvas/ano para serem disponibilizadas a produtores rurais e experimentos de pesquisa. O Laboratório de Nutrição e Sanidade de Organismos Aquáticos tem capacidade de realizar 2.080 análises de parâmetros parasitológicos e microbiológicos, além de seis ensaios biológicos por mês. Por último, o Laboratório de Ensaios Biológicos pode realizar 72 ensaios sobre digestibilidade e desempenho zootécnico e 300 formulações de ração/ano. 
De acordo com o pesquisador do IP e diretor do Centro, Nilton Eduardo Torres Rojas, a região de São José do Rio Preto é a principal cidade da região Noroeste Paulista e apresenta condições climáticas e de mercado favoráveis ao desenvolvimento da aquicultura.  
Atualmente, segundo Edison Kubo, diretor do Instituto de Pesca, a região é a maior produtora de peixes cultivados. “O Centro do Pescado Continental tem a missão de promover o desenvolvimento da cadeia produtiva do agronegócio do pescado continental, contemplando produtores, indústria e consumidores, mostrando ao público as tecnologias mais recentes da aquicultura, sempre comprometidas com a qualidade e o uso racional dos recursos aquáticos”, afirma.
Texto: Antônio Carlos Simões
Assessoria de Imprensa – IP
 
 
Pin It

Notícias por Ano