cabecalho apta130219

Instituto de Pesca completa 42 anos de apoio à cadeia produtiva do pescado

O Instituto de Pesca (IP-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, completa 42 anos nesta sexta-feira (dia 8/04), consolidando a tradição de diálogo e prestação de serviços aos diferentes elos da cadeia produtiva do pescado, envolvendo a pesca extrativista e a aquicultura. Ações estas que, com base em estudos científicos, resultam em benefício econômico, social e ambiental para o Estado de São Paulo e o País.
O IP tem cumprido a sua função de promover a integração e fomentar a evolução dos diferentes segmentos da atividade pesqueira, sempre com o foco na segurança alimentar e na sustentabilidade dos recursos e integridade do meio ambiente, comenta o pesquisador Edison Kubo, diretor da instituição há nove anos.
O Instituto foi o primeiro órgão de pesquisa do País direcionado ao estudo de ecossistemas aquáticos e à biologia de organismos marinhos e continentais de interesse econômico, com vistas ao extrativismo pesqueiro, ao cultivo e ao repovoamento com espécies indicadas, conta Edison Kubo.
Neste início de século XXI, o IP ganhou a Unidade Laboratorial de Referência em Tecnologia do Pescado, em Santos, área de pesquisa até então afeta ao Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL-APTA). Essa Unidade foi estruturada para atuar em processamento de pescado, cozinha experimental e análises sensoriais, físico-químicas e microbiológicas, visando ao desenvolvimento e controle de qualidade de novos produtos.
Outro ganho recente foi o Programa de Pós-graduação em Aquicultura e Pesca, em nível de Mestrado. Trata-se de um dos poucos cursos de pós-graduação do País reunindo as áreas de aquicultura e pesca em um mesmo programa.
Em 2005, iniciaram-se as atividades de pesquisa do Centro Avançado do Pescado Continental, em São José do Rio Preto, que representa uma referência para o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de pesca e aquicultura em águas interiores. Ele foi criado com o objetivo de impulsionar o crescimento do segmento de produção de pescado de água doce, especialmente na região Centro-Norte paulista.
Em 2010, o governo do Estado de São Paulo investiu R$ 2,948 milhões no IP. Esse valor foi aplicado em várias obras de manutenção e/ou modernização de laboratórios de pesquisa e de restauração e modernização dos dois prédios do Instituto localizados no Parque da Água Branca, bem como na construção de espaços físicos para abrigar as atividades científicas e administrativas do Centro do Pescado Continental de Rio Preto.
A pesquisa científica e tecnológica institucional recebe também investimentos de agências de fomento (FAPESP, CNPq, FINEP), direcionados a projetos específicos e ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica. 
Modernamente, a abrangência científica do Instituto de Pesca envolve estudos ambientais; autoecologia; biologia pesqueira e análise de populações; tecnologia de cultivo de peixes, crustáceos, moluscos e macroalgas; biotecnologia e/ou melhoramento animal; tecnologia de pesca; gestão pesqueira; socioeconomia pesqueira; agregação de valor ao pescado e tecnologia de processamento, entre outros.
O IP atua ainda no controle sistemático de dados estatísticos de pesca continental e marítima, oferece orientação para a implantação de fazendas-piloto de cultivo e realiza diagnóstico e orientação de medidas profiláticas de doenças em peixes, análises de água, difusão de conhecimentos em  tecnologia de pesca e aquicultura, assessoria a órgãos dos poderes legislativo e executivo para a formulação e implantação de políticas públicas para o setor pesqueiro e ações educativas e culturais, por meio do Aquário de São Paulo e do Museu de Pesca. No conjunto das atribuições gerais, o Pesca desempenha papel de relevância social junto a comunidades de pescadores artesanais e de pequenos aquicultores, avalia Edison Kubo.
Mais informações podem ser encontradas em www.pesca.sp.gov.brwww.flickr.com/photos/institutodepesca. Veja também a entrevista do diretor do IP Edison Kubo: http://www.youtube.com/watch?v=d4qpqQC5kTA
Centro de Comunicação do Instituto de Pesca
Antônio Carlos Simões
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Pin It

Notícias por Ano