cabecalho apta130219

Instituto Biológico recebe visita de 24 estudantes de jornalismo

O Instituto Biológico (IB-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, recebeu a visita de 24 estudantes de jornalismo, em 17 de maio de 2016. Os alunos de segundo, terceiro e quarto ano da Escola de Comunicações e Artes (ECA/USP) e da Universidade Presbiteriana Mackenzie conheceram a estrutura e as pesquisas realizadas pelo instituto de pesquisa paulista. A visita fez parte da programação do Prêmio ABAG/RP de Jornalismo “José Hamilton Ribeiro”, realizado pela Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto.
Os estudantes foram recepcionados pelo diretor-geral do Instituto Biológico, Antonio Batista Filho, que falou sobre a história do instituto, as pesquisas realizadas e a inserção dos trabalhos do IB nos programas nacionais de sanidade da agricultura e pecuária. “A missão do Instituto Biológico é promover a sanidade na agricultura e pecuária. Essa missão continua atual, pois a promoção da sanidade é fundamental para o País vencer a concorrência no mercado externo”, afirmou.
Em sua apresentação, Batista falou sobre a importância do jornalismo para a transferência de tecnologia aos produtores e para prestação de contas para a sociedade. “O jornalismo é muito importante para fazer com que as tecnologias geradas aqui cheguem ao produtor rural. A divulgação também é fundamental para que a população conheça e defenda nosso trabalho. Quem defende algo que não conhece?”, questionou.
O Prêmio ABAG/RP de Jornalismo “José Hamilton Ribeiro” tem o objetivo de incentivar e reconhecer o trabalho jornalístico dedicado à divulgação de assuntos relacionados ao agronegócio regional e nacional. Ao final das visitas em instituições ligadas ao agronegócio, os estudantes desenvolvem pautas relacionadas ao setor e concorrem a um prêmio. “Nossa ideia é mostrar a quantidade de temas e de pautas relacionados ao agronegócio. No Instituto Biológico, os estudantes  tiveram a oportunidade de conhecer um tradicional centro de pesquisa e ver o nível de preocupação, comprometimento e história. O instituto mostra um lado histórico e moderno do agronegócio, importante para a formação dos estudantes e para as pautas que eles desenvolverão”, afirmou Marcos Matos, diretor-executivo da ABAG/RP.
Os futuros jornalistas conheceram o Centro de Memória do IB, a coleção entomológica Adolph Hempel, o Laboratório de Nível de Biossegurança 3 (NB3), o cafezal urbano mantido pelo instituto no coração da cidade de São Paulo e a exposição Planeta Inseto. A estudante do segundo ano da ECA/USP, Carla Lorrayne dos Santos Monteiro, disse que o que mais chamou sua atenção foi o  comprometimento do Instituto Biológico em manter sua memória. “A gente vê uma engrenagem que funciona para escrever a memória do instituto, não só para lembrar grandes nomes, mas para incentivar nomes que virão”, afirmou.
O estudante do segundo ano da Mackenzie, Victor Melo Pereira, disse que conhecia o Instituto Biológico pelos jornais. “Descobri muita coisa que eu não imaginava que acontecia aqui. Eu via o Instituto Biológico no jornal e pensava que era só um lugar com um monte de documento”, conta Melo, que gostou muito da visita à exposição Planeta Inseto.
Para o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, a visita foi importante para a formação dos estudantes e para aproximá-los do instituto, uma recomendação do governador Geraldo Alckmin. “Muitas vezes, os jovens não têm a dimensão do agro e desconhecem a importância de nossas instituições de pesquisa para o desenvolvimento do agronegócio nacional. Iniciativas como a da ABAG RP são fundamentais para mostrar o quanto a agropecuária paulista é moderna e o quanto nossas instituições contribuem para a economia brasileira”, afirmou.
Por Fernanda Domiciano
Mais informações
Secretaria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA)

Pin It

Notícias por Ano