Apta

Instituto Biológico realiza, em média, 585 diagnósticos de pragas e doenças por dia

O Instituto Biológico da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, realizou 178.455 diagnósticos de pragas e doenças, além de análises envolvendo resíduos de agrotóxicos em alimentos, solo e água, entre janeiro a outubro de 2016. Isso corresponde, em média, a realização de 585 exames por dia.  A expectativa é que o total de diagnósticos realizados em 2016 chegue a 200 mil.
Os exames mais procurados foram para identificar a Diarréia Viral Bovina (DVB), língua azul, rinotraquíte infecciosa bovina, neosporose, leucose bovina, salmonelose, influenza aviária, laringotraqueíte e microplasmose.
As amostras para os exames foram provenientes de 16 estados brasileiros: São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Paraíba, Rio de Janeiro, Rondônia, Tocantins, Espírito Santo, Ceará, Rio Grande de Sul, Maranhão e Bahia. “Esses diagnósticos constituem uma ferramenta básica para ações dos órgãos de defesa, estadual e federal, com vistas a evitar a entrada ou circulação de pragas e doenças dentro do País”, afirmou Antonio Batista Filho, diretor-geral do IB.
De acordo com Batista, o Instituto Biológico tem a maioria do seu escopo acreditado pela norma ISO 17025, do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), relacionada à qualidade. “O governo do Estado de São Paulo investiu, nos últimos anos, em infraestrutura e modernização dos laboratórios. Isso permitiu a acreditação pelo Inmetro e credenciamento pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), certificando a qualidade de nossos serviços”, explicou.
Os Centros de Pesquisa e Desenvolvimento de Sanidade Animal e Vegetal do IB agregam unidades laboratoriais que realizam ensaios para diagnóstico de sanidade animal e vegetal. Ao todo, as unidades laboratoriais realizam 40 tipos de ensaio para pragas e doenças em animais e planta. O Centro oferece, aproximadamente, 350 tipos de exames, realizando 162 mil ensaios, por ano, em média, solicitados, principalmente, por órgãos oficiais, como as Defesas Agropecuárias e o Mapa.
Atualmente, todas as unidades laboratoriais do IB em São Paulo, Desacalvado e Bastos estão acreditadas pela norma ISO 17025. Os laboratórios da unidade do instituto em Campinas estão em vias de conseguir a acreditação. A previsão é que isso ocorra em 2017.
“A acreditação do Inmetro é fundamental para a prestação e serviços realizados pelo IB. Ela permite que o instituto expanda sua atuação na área de diagnóstico, uma recomendação do governador Geraldo Alckmin”, destacou Arnaldo Jardim, secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Pin It

Notícias por Ano