cabecalho apta130219

Instituto Biológico realiza curso de habilitação para Certificação Fitossanitária de Origem

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Biológico (IB-APTA) e da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), é uma das organizadoras do XLIII Curso de Pragas para Habilitação de Engenheiros Agrônomos para Emissão de Certificação Fitossanitária de Origem (CFO). O curso será realizado de 9 a 13 de maio de 2016, no Centro Experimental Central do Instituto Biológico, em Campinas, interior paulista. Durante o evento, serão ministradas palestras sobre a emissão do CFO por engenheiros agrônomos e ocorrerá o pré-lançamento do Guia de Sanidade Vegetal do IB. O curso também é organizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
A Certificação Fitossanitária de Origem (CFO) é uma ferramenta usada para evitar a entrada de pragas de relevância econômica em locais que não registraram suas ocorrências ou que já comprovaram estar livres e com suas disseminações controladas.  “A CFO é um dos métodos mais importantes de preservação do patrimônio financeiro e alimentar”, afirma Harumi Hojo, pesquisadora do IB.
O curso terá a participação de 27 engenheiros agrônomos, de diversas regiões do País. Ao final do evento, eles estarão habilitados para emitir CFO para atender os segmentos de citros, uva, café, banana e seringueira e estarão capacitados para o diagnóstico de insetos, fungos, ácaros, nematoides e vírus que ocorrem nessas culturas.
A emissão dos certificados que atestam se determinadas partidas estão livres de pragas ou foram produzidas dentro de sistemas de mitigação é regulamentada pelo Mapa, por meio da instituição normativa nº 55, de 2007. “Os certificados são emitidos por profissionais da iniciativa privada, devidamente credenciados pelos Estados e que realizam e cumprem com os requisitos para o credenciamento”, explica Harumi.
Guia de Sanidade Vegetal
Durante a realização do evento, o Instituto Biológico fará o pré-lançamento do Guia de Sanidade Vegetal, uma ferramenta de pesquisa usada para obtenção de informações dos problemas fitossanitários. A ferramenta estará disponível para consulta até junho deste ano, no site do Instituto Biológico. O Guia é ilustrado por fotos que facilitam a visualização e identificação do problema fitossanitário e uma legenda com a descrição dos sintomas e danos.
“O banco de imagens do Guia de Sanidade Vegetal será composto por fotos de plantas com sintomas da doença, pragas e seus danos, plantas daninhas e de inimigos naturais dessas pragas. Os dados serão constantemente atualizados e corrigidos, quando necessário, em caso de mudança na nomenclatura e forma de manejo”, afirma Josiane Takassaki Ferrari, pesquisadora do IB.
A ideia é que o Guia atenda toda a comunidade, principalmente estudantes, pesquisadores, técnicos e produtores rurais, difundindo de forma clara e simples o que é investigado e diagnosticado nos institutos de pesquisa. “Queremos dividir esse conhecimento científico e tecnológico com a população”, explica Josiane.
Segundo o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, a ação é importante para aproximar a pesquisa do setor de produção, principalmente os produtores rurais. “Uma das recomendações do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, é que nossos institutos estejam próximos aos produtores, para transferir conhecimentos que melhorem a produção”, afirma.
IB é referência em análises e emissão de laudos de análises fitossanitárias
O IB, por meio de seus Laboratórios de Diagnóstico Fitossanitário, é referência em análises e emissão de laudos de análises fitossanitárias. O instituto realiza exames de amostras provenientes de materiais importados, para exportação e de pragas quarentenárias A2 – existentes no Brasil, mas sob controle oficial –, com objetivo de prevenir que novas pragas entrem e se disseminem pelo País ou entre Estados isentos.
O Instituto Biológico realiza análises em várias espécies de plantas, como batata-semente, bulbos e sementes de plantas ornamentais, olerícolas, forrageiras, insetos em pallets e containers, frutas in natura e mudas in vitro. O IB realiza ainda exames em amostras provenientes de produtores rurais, usineiros, empresas de micropropagação, colecionadores de orquídeas e empresas de alimentos e de exportação. O instituto de pesquisa paulista presta serviço para a Polícia Militar, Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), prefeituras e serviço de Defesa Agropecuária de diversos Estados brasileiros.
Serviço
XLIII Curso de Pragas para Habilitação de Engenheiros Agrônomos para Emissão de Certificação Fitossanitária de Origem (CFO)
Data:
9 a 13 de maio de 2016
Horário: A partir das 8h
Local: Centro Experimental Central do IB
Endereço: Rodovia Heitor Penteado, Km 3, Campinas – SP
Por Fernanda Domiciano
Mais informações para imprensa
Assessoria de imprensa
Secretaria de Agricultura e Abastecimento
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios
(19) 2137-8933

Pin It

Notícias por Ano