cabecalho apta130219

Instituto Biológico comemora 89º aniversário em São Paulo, Capital

O Instituto Biológico (IB-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, comemora seu 89º aniversário durante a 29ª Reunião Anual do Instituto Biológico (RAIB), em 7 de novembro de 2016, às 15h, em São Paulo, Capital. Durante a cerimônia, o IB lançará seu Relatório Bianual, com os resultados do instituto em 2014 e 2015, e premiará pesquisadores científicos de destaque. O IB foi fundado em 26 de dezembro de 1927. O aniversário do IB será comemorado durante a solenidade de abertura da RAIB, evento que debate os principais temas relacionados ao agronegócio.
O IB é referência brasileira em pesquisas e prestação de serviços relacionados à sanidade animal e vegetal. De 2014 a 2015, o instituto de pesquisa paulista recebeu R$ 22,6 milhões em investimentos e custeio. Deste total, R$ 6 milhões foram provenientes do Governo do Estado de São Paulo e o restante foi captado junto a fundações públicas de pesquisa e iniciativa privada. “Para cada R$ 1,00 investido pelo Tesouro do Estado, o IB captou R$ 2,80 de fontes externas. Isso mostra a qualidade e a credibilidade dos nossos trabalhos científicos”, afirma Antonio Batista Filho, pesquisador e diretor-geral do IB.
No biênio 2014-2015, os 102 pesquisadores científicos do IB realizaram 629 produções científicas, entre artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais, capítulos e livros e produção de boletins, além de resumos apresentados em congressos, artigos de revisão e notas e revisões científicas.
Entre as pesquisas científicas em destaque no período, está a identificação da principal espécie de vírus causadora do mosaico da cana-de-açúcar, virose responsável por perdas de até 40% em cana e milho no Brasil. “O correto diagnóstico e a prevenção, por meio de sementes e mudas sadias, aliado ao uso de variedades resistentes, podem minimizar a entrada e a proliferação do patógeno, reduzindo os gastos com inseticidas para o controle do vetor e as elevadas perdas após o estabelecimento da doença no campo”, explica Batista Filho.
No hall de tecnologias, é possível destacar os trabalhos em controle biológico em cana-de-açúcar, banana e flores. O instituto é referência brasileira no assunto. Sua tecnologia em cana-de-açúcar, por exemplo, para controle biológico da cigarrinha gerou uma economia de R$ 60 milhões para o setor sucroenergético, em dois anos. Além dos trabalhos de pesquisa em controle biológico, o instituto presta assessoria técnica para instalação e manutenção de biofábricas para produção dos patógenos. O IB já assessorou 42 biofábricas, do total de, aproximadamente, 50 existentes no Brasil.
Prestação de serviços
De 2014 a 2015, foram realizados pelo IB 422.492 diagnósticos de pragas e doenças, além de análises envolvendo resíduos de agrotóxicos em alimentos, solo e água. “Realizamos uma média de 580 exames por dia. Esses diagnósticos constituem uma ferramenta básica para ações dos órgãos de defesa, estadual e federal, com vistas a evitar a entrada ou a circulação de pragas dentro do País”, Batista Filho.
Exemplo é o trabalho do IB para garantir a sanidade de planteis avícolas para as doenças influenza aviária e laringotraqueíte, indispensáveis para o trânsito internacional, visando a exportação de material genético. No biênio 2014-2015, foram realizados 30.531 diagnósticos para influenza aviária e 21.038 para laringotraqueíte.
De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o Brasil é o maior exportador mundial de carne de frango e segundo maior produtor. Em 2015, o País exportou 4,3 milhões de toneladas de carne de frango, gerando uma receita de US$ 7,16 bilhões. Os materiais genéticos de frango exportados pelo Brasil, em 2015, produziram US$ 60,4 milhões de receita e São Paulo arrecadou US$ 53,6 milhões de com essas negociações. No caso dos ovos férteis, a receita do País foi de US$ 53,2 milhões e a de São Paulo, quase 23,7 milhões.
Para o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, esses resultados mostram a atuação fundamental do IB para garantir a sanidade animal e vegetal dos produtos brasileiros. “A questão fitossanitária é fundamental para o trânsito internacional de produtos. Além das pesquisas e prestação de serviços, o IB tem forte atuação na transferência de tecnologia e conhecimento para o setor produtivo, com foco, muitas vezes, no pequeno produtor. Isso está alinhado às diretrizes do governador Geraldo Alckmin”, afirma.
Produção de insumos estratégicos
Além dos trabalhos de pesquisa e prestação de serviços, o IB produz insumos estratégicos para a agricultura e pecuária no Brasil. É o caso dos imunobiológicos, antígenos para diagnóstico da brucelose e tuberculose animal, que tem o objetivo de apoiar o Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal, coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). No biênio 2014-2015, o IB produziu 5,6 milhões de doses, utilizadas para a detecção das doenças em São Paulo, Paraná, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Tocantins, Ceará, Maranhão, Pará, Rio de Janeiro e Distrito Federal.
O IB também produziu e comercializou 7.905 litros do fungo Sporothrix insectorum, usado para o controle do percevejo-de-renda da seringueira, por produtores de São Paulo, Mina Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Tocantins. “Cerca de oito mil hectares de seringueiras foram tratados com o fungo do IB”, afirma Batista Filho.
Cerimônia de aniversário
A cerimônia em comemoração ao 89º aniversário do Instituto Biológico e a solenidade de abertura da 29ª RAIB será realizada em 7 de novembro de 2016, às 15h, na Sede do Instituto, em São Paulo, Capital.
Durante a cerimônia, será apresentado um mural artístico executado por servidores do Instituto e será lançada a logomarca dos 90 anos, do instituto, a serem comemorados em 2017. Os pesquisadores do instituto, Mario Sato e  Claudio Marcelo Oliveira, serão homenageados como os destaques de 2016. Antonio Guilherme M. de Castro, também pesquisador do instituto, será homenageado com a Medalha “Rocha Lima”, em detrimento dos seus 35 anos de atuação no IB e suas contribuição para o sucesso da avicultura brasileira.
SERVIÇO
Comemoração do 89ª Aniversária do Instituto Biológico e solenidade de abertura da 29ª RAIB

Data: 7 de novembro de 2016
Horário: 15h
Local: Sede do Instituto Biológico
Endereço: Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 – São Paulo – SP
Por Fernanda Domiciano
Assessoria de Imprensa – APTA
(19) 2137-8933

Pin It

Notícias por Ano