cabecalho apta130219

IEA/CONAB divulgam a segunda estimativa da safra da laranja

A estimativa de safra de laranja, no Estado de São Paulo é produto de uma parceria entre o Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) e a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), órgãos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), empresa ligada ao Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). As informações são referentes a safra 2013/14 e a coleta de dados ocorreu no mês de julho de 2013.
De acordo com José Alberto Ângelo, Vera Lúcia Francisco, Denise Caser, Priscilla Fagundes, Celma Baptistella, Maria Carlota Vicente e Paulo José Coelho, pesquisadores do IEA, a produção comercial deve atingir 296,8 milhões de caixas de 40,8kg de laranja, sendo 14,7 milhões de caixas não expressivas economicamente ou perdidas. Espera-se que, da produção comercial, 85,14% será destinada às indústrias processadoras de suco e 14,86% terão como destino o mercado in natura, percentuais semelhantes aos obtidos no primeiro levantamento. Portanto, estimam-se 252,7 milhões de caixas de 40,8kg para processamento industrial e 44,1 milhões de caixas para mercado in natura.
Estima-se produtividade média no Estado de São Paulo em 1,74 caixas de 40,8 quilos por planta, o que corresponde a 638 caixas por hectare. Os fatores que podem ser elencados como influência nessa produtividade seria a estiagem no segundo semestre do ano passado e o alto índice de problemas fitossanitários, principalmente Cancro Cítrico e HLB.
No segundo semestre de 2012, em quase todas as regiões produtoras de citros, a abertura das flores foi seguida por períodos de sol intenso e pouca chuva, o que prejudicou o pegamento da florada. Além disso, a baixa remuneração observada, sobretudo na safra 2012/13, fez com que citricultores reduzissem os tratos culturais, sendo que alguns deixaram até mesmo de utilizar seus sistemas de irrigação.
As precipitações estão dentro da normalidade nos últimos seis meses, mas o tamanho dos frutos já havia sido comprometido pela estiagem, o que irá impactar diretamente na produtividade, pois, será necessário número maior de frutos em uma caixa de 40,8 kg.

Para ler o artigo na íntegra, acesse: http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/13_08_08_09_55_23_boletim_laranja_2o_2013.pdf

Texto: Nara Guimarães
Assessora de Imprensa – IEA

Tel.: (11) 5067-0498

Pin It

Notícias por Ano