cabecalho apta130219

IEA acompanha produção para criar ferramentas para o desenvolvimento econômico

Acompanhar a produção agropecuária paulista, gerar análises e estatísticas aplicadas ao setor e contribuir para a elaboração de ferramentas e políticas públicas de desenvolvimento econômico e social foram em 2016 foco das ações do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA). A atuação do instituto, que completou 74 anos, ganhou maior agilidade com a elaboração de ferramentas tecnológicas que se integram aos sistemas de empresas.
Com um especializado corpo técnico composto de pesquisadores, estatísticos, engenheiros agrônomos e economistas que coletam e analisam diariamente os dados do setor, o órgão passou a oferecer o WebService, serviço voltado a empresas e consultorias que garante agilidade e precisão na busca por preços recebidos pelos produtores, no atacado e no mercado internacional.
“O IEA também fornece planilhas de preços médios mensais, estatísticas da produção paulista; valor de Terra Nua; imóveis rurais com benfeitorias; aluguel de pasto; arrendamentos; salários rurais; pagamento de colheita; quantidade colhida; valor da produção; e defensivos agrícolas. Trata-se de um material de grande relevância para apoiar os produtores”, avalia o diretor-geral do IEA, Celso Luis Rodrigues Vegro.
O corpo técnico do instituto também está participando até 2017 da atualização do Levantamento Censitário das Unidades de Produção Agropecuária do Estado de São Paulo (Lupa), em parceria com a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), na formatação dos pads e desenho do banco de dados.
O trabalho de atualização da base de dados do Lupa está sendo realizado entre os meses de agosto de 2016 e 2017, reunindo informações como o número de propriedades rurais, área de ocupação do solo, animais, máquinas e benfeitorias, exploração vegetal, técnicas de pecuária, mão-de-obra, tecnologias e atividade econômicas não-agropecuárias.
De acordo com Vegro, o instituto também firmou importantes parcerias e convênios com entidades externas como a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), para o cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) trimestral do agronegócio paulista com possibilidade de segmentação por cadeia produtiva.
“Também assinamos um convênio com Portal de Investimentos do Estado de São Paulo (InvestSP) para auxiliar a análise de projetos de investimento em agroindústria e agricultura”, afirmou o diretor.
O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim destacou a relevância do trabalho realizado pelo IEA para o fortalecimento do setor. “As análises realizadas pelo IEA são importantes para medir a dinâmica do setor agropecuário paulista e fundamentar políticas de incentivo à produção e geração de renda ao produtor. Estamos seguindo as diretrizes do governador Geraldo Alckmin ao aproximar o da sociedade e da cadeia produtiva o conhecimento gerado pela pesquisa”, afirma.
Por: Paloma Minke

Pin It

Notícias por Ano