cabecalho apta130219

IAC sedia Inova Campinas 2016

O Inova Campinas 2016 - Fórum Regional de Inovação e Desenvolvimento Territorial: Oportunidades e Desafios está sendo realizado, hoje e amanhã, 21, na sede do Instituto Agronômico (IAC-APTA), em Campinas. Cerca de 400 pessoas compareceram à abertura do evento, além de empresas e startups de base tecnológica. São esperados mil participantes, nos dois dias. Em sua terceira edição, o Inova Campinas busca contribuir com a articulação de setores e de políticas públicas que objetivem o desenvolvimento sustentável, por meio da implantação de instrumentos de decisão e de gestão inteligente, visando envolver os stakeholders de forma prática.
O evento é realizado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Fundação Fórum Campinas Inovadora (FFCi). Para o reitor da Unicamp e presidente do Conselho Curador da FFCi, José Tadeu Jorge, o evento representa o cumprimento da missão da Fundação, composta por 22 instituições de ciência e tecnologia na região de Campinas, e que se dedica a transferir o conhecimento gerado. “Conhecimento, hoje em dia, é obra coletiva”, diz ao explicar que, juntas, as instituições e empresas do setor podem viabilizar a transformação do conhecimento em inovação, melhorando a qualidade de vida.
O diretor-geral do IAC, Sérgio Augusto Morais Carbonell, deu as boas-vindas aos presentes e destacou a relevância do Inova Campinas 2016. “Como instituto de pesquisa, nós vemos este evento como um simbolismo, que eleva a capacidade de compreensão de ciência e tecnologia”. O IAC, além de integrar a FFCi, apoia a  Inova Campinas 2016 com a cessão do espaço para a realização do evento.
Eduardo Gurgel do Amaral, diretor do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp e vice-presidente de administração e finanças da FFCi, destacou que o objetivo da Fundação é fortalecer o posicionamento de Campinas como polo científico e potencializar o desenvolvimento econômico, discutir ações estratégicas e desenvolver políticas públicas para gerar inovação. “Precisamos estudar modelos de desenvolvimento urbano, desde parques a cidades inteligentes, divulgar tecnologias de ponta dos institutos e universidades e estabelecer startups, criando condições para o desenvolvimento regional”.
A interação entre as instituições de ensino e pesquisa e as empresas também foi defendida pelo diretor do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo CIESP Campinas, José Nunes Filho. “O mundo da academia tem que ser compreendido pelos empresários, é necessária a interlocução e, atualmente, ela está acontecendo”, afirma. Para Nunes Filho, o setor está conseguindo agregar valor aos produtos industriais e agrícolas através da tecnologia, para que esta se transforme em renda e emprego. “Precisamos libertar o Brasil da escravidão das commodities”.
No primeiro dia de evento, a temática do período da manhã é Conhecimento, inovação e o impacto no desenvolvimento regional. À tarde, será A dinâmica territorial como suporte à competitividade e à transformação socioeconômica. No dia 21, haverá apresentações de startups.
O prefeito de Campinas, Jonas Donizete, ressaltou que é necessário mostrar para as pessoas que os assuntos discutidos no evento têm a ver com a vida delas E que os debates e ações podem trazer melhorias para a população. “Nosso grande esforço é fazer com que a vocação de Campinas prevaleça e que a cidade possa colher os benefícios”, diz.
A Prefeitura de Campinas está entre os patrocinadores do Inova Campinas 2016, assim como o Governo do Estado de São Paulo, a Agência de Desenvolvimento Paulista (DESENVOLVE SP) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).
Além do IAC, integram a FFCi o Instituto Biológico (IB), o Instituto de Zootecnia (IZ), o Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) e a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), todos vinculados à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Outros membros são a Unicamp, a PUC-Campinas, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer, o Instituto Eldorado, Agência Metropolitana de Campinas (Agemcamp), CIESP Campinas, Companhia de Desenvolvimento do Polo de Alta Tecnologia de Campinas (Ciatec), Techno Park Campinas, Campinas Startups, Softex Núcleo Campinas e Centro de Pesquisas Avançadas “Wernher von Braun”.
O Inova Campinas 2016 continua nesta sexta-feira, 21. A programação completa pode ser acessada no www.inovacampinas.org.br .
Por Carla Gomes (MTb 28156)
Assessora de Imprensa – IAC

Pin It

Notícias por Ano