Apta

IAC desenvolve pesquisa com uvas para a produção de vinhos

A Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Agronômico (IAC-APTA), desenvolve pesquisas na área de cultivo de uvas para produção de vinho. O Centro de Frutas do IAC, em Jundiaí, conduz experimentos na região Sudeste, principalmente em São Paulo e Minas Gerais, buscando determinações de técnicas de manejo que favoreçam a produção de uvas de qualidade.
Alguns resultados, ainda não totalmente conclusivos, já apontam algumas soluções interessantes para testes nas diferentes regiões, como a escolha do local de plantio, a seleção do porta-enxerto e da variedade, a escolha do sistema de condução, a poda extemporânea ou inversão de safra com colheita no inverno e o cultivo protegido da videira.
No Sudeste brasileiro, um dos principais problemas para a produção de uvas com alta qualidade para elaboração de vinho está relacionado ao clima, uma vez que predomina inverno seco e verão úmido. “Nestas condições, em sistema convencional de produção, com poda realizada no inverno, o período de colheita coincide com excesso de chuvas que, além de favorecer o aparecimento de doenças fúngicas das folhas, aumenta intensamente a ocorrência de podridões das bagas, comprometendo a qualidade das frutas e impedindo que a maturação seja completa”, afirma José Luiz Hernandes, pesquisador do IAC.
Ele explica que o cultivo de uva para vinho depende de fatores determinados pela natureza, como clima, topografia e tipo de solo. Porém, requer também a intervenção humana, como a seleção do porta-enxerto mais adequado, técnicas de manejo, como os sistemas de condução, adubação e irrigação, época de poda, cultivo protegido e outros. “Esses fatores podem favorecer a produção de uvas com índices mais elevados de qualidade”, diz.
O secretário de Agricultura, Arnaldo Jardim, destaca a importância das pesquisas do instituto para pesquisas de uva para vinho e mesa. “O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, apoia a diversificação agrícola e, atualmente, as uvas de mesa são a principal atividade vitícola do Estado de São Paulo”, afirma Jardim.
Em 3 de junho de 2016, o Instituto Agronômico realizou o I Simpósio Paulista de Viticultura e Enologia, na sede do IAC, em Campinas. O evento abordou aspectos do cultivo de uvas e da produção de vinhos, incluindo tecnologias e degustação. O Simpósio foi resultado de uma parceria com a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da Universidade de São Paulo (USP). Durante o evento, Hernandes apresentou a palestra sobre produção e sistemas de condução da videira.

Pin It

Notícias por Ano