cabecalho apta130219

IAC abre inscrições para a Pós-Graduação em Agricultura Tropical e Subtropical

O Instituto Agronômico (IAC-APTA), de Campinas, está com inscrições abertas para o curso de Mestrado “strictu sensu” de Pós-Graduação em Agricultura Tropical e Subtropical IAC, de 1.º a 31 de outubro de 2013. A inscrição pode ser feita pelo site www.iac.sp.gov.br, no link Processo Seletivo 2014–2016. A seleção será realizada nos dias 11,12 e 13 de novembro de 2013 e a divulgação dos nomes dos aprovados, em 10 de dezembro, no site do IAC. As aulas terão início em março de 2014. O curso tem duração de dois anos.
Os interessados podem consultar a relação da documentação exigida e todas as informações sobre o processo seletivo no site, incluindo o programa da prova escrita e as literaturas recomendadas para as áreas de concentração: Gestão de Recursos Agroambientais, Genética, Melhoramento Vegetal e Biotecnologia e Tecnologia da Produção Agrícola.
Podem ser candidatos ao curso engenheiros agrônomos, engenheiros agrícolas, biólogos e outros profissionais com diplomas universitários que desenvolvam atividades relacionadas com as ciências agronômicas e ambientais. Nas turmas atuais, há 47 alunos no Mestrado e 50 no Doutorado.
O curso de Pós-Graduação em Agricultura Tropical e Subtropical do Instituto Agronômico tem como objetivo a formação de pesquisadores, docentes e profissionais especializados em programas de mestrado e doutorado. Desde 1999, já foram defendidas 332 dissertações no Mestrado. O curso de Doutorado teve início, em 2009. A primeira defesa de tese ocorreu, em agosto de 2012 e o tema do estudo foi: “Regiões climáticas e qualidade natural de bebida do café arábica no Estado de São Paulo”. Até o momento foram defendidas 9 teses.
O IAC, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo,  possui curso de Pós-Graduação, desde 1999, credenciado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Em 2010, o curso de Pós-Graduação em Agricultura Tropical e Subtropical IAC passou a ter nota 5 pela CAPES. A nota refere-se ao conceito “Muito bom”, que possibilita a participação dos estudantes em programas específicos da CAPES para cursos com esse conceito ou superior. “A nota facilita o estabelecimento de intercâmbios com universidades e instituições fora do País”, diz a pesquisadora e coordenadora do curso de Pós-Graduação do IAC, Adriana Parada Dias da Silveira.
Alunos da PG-IAC contam com bolsas de estudos junto a financiadoras como CAPES, Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (FAPESP), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e iniciativa privada. A Pós-Graduação do IAC busca oferecer formação voltada para a pesquisa aplicada, com geração de tecnologia específica para cada cultura ou para cada linha de pesquisa no universo da agricultura tropical e subtropical.
Em 2012, a PG-IAC abriu o curso de MBA em Fitossanidade a distância, em parceria com Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF), que está com a segunda turma em andamento.
Texto: Carla Gomes (MTb 28156)
Assessora de Imprensa – IAC
19 – 2137-0616/613
Pin It

Notícias por Ano