cabecalho apta130219

HOMENAGENS E PALESTRA MARCAM O 70º ANIVERSÁRIO DO INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA

A cerimônia de comemoração dos 70 anos do Instituto de Economia Agrícola – IEA/Apta, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, na última quarta-feira, 07 de novembro, contou com a presença de Mônika Bergamaschi, secretária de Agricultura, José Garcia Gasques, coordenador de Planejamento Estratégico do Ministério da Agricultura e Orlando Melo de Castro, coordenador da Apta, além dos diretores dos demais institutos de pesquisa e coordenadorias da Pasta, funcionários e representantes de entidades parceiras
Segundo Marli Mascarenhas, diretora do IEA, o Instituto tem conseguido manter o mesmo espírito da sua criação, em 1942. “Um espírito que não foge frente à mudança, que pensa no futuro e que busca parcerias e apoio para continuar sua jornada pioneira e realizadora, que tem no seu corpo de funcionários e na sua casa o alicerce que mantém a economia agrícola paulista inovadora e competente frente aos desafios do século XXI”.
Entidades que desenvolvem projetos em parceria com o IEA também foram homenageadas durante o evento. Representantes da Fundepag – Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio; Abic – Associação Brasileira da Indústria de Café; CitrusBR – Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos; Sindicafé – Sindicato da Indústria de Café do Estado de São Paulo; Faesp – Federação da Agricultura do Estado de São Paulo e Conab – Companhia Nacional de Abastecimento, foram presenteados com um bonito cristal. A secretária Mônika Bergamaschi, o coordenador da Apta, diretores dos institutos de pesquisa e coordenadorias da Pasta, também foram agraciados.
Orlando Melo de Castro, coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios – Apta, da qual o IEA faz parte, afirmou que esse é o momento de comemorar e refletir sobre s rumos que a instituição deve seguir. Segundo ele, é preciso se antecipar para atender as demandas criadas pelos diversos segmentos dos agronegócios, organizados em cadeias cada vez mais globalizadas. Castro afirma que esse movimento tem realizado pelo IEA, e deve ser refinado e ampliado.
A necessidade de aumentar a produção de alimentos, fibras e energia para atender o Brasil e o Mundo, foi lembrada pela secretária Mônika Bergamaschi. Segundo ela, a resposta esta na ciência, na inovação, na pesquisa. “Para que de casas como essa venham dar as respostas que precisamos para atender essa demanda global, é preciso investir na pesquisa Para isso que estamos aqui. Contem com o meu incentivo”, afirmou Mônika.
Um momento muito emocionante durante a cerimônia de comemoração dos 70 anos do IEA foi a homenagem aos colegas mortos em 2012. Apesar de muitas alegrias, esse também foi um ano de perdas, é importante lembrar dos colaboradores que fizeram parte dessa história, afirmou Marli, ao lembrar de Rosa Maria Mariano e Nelson Staudt, dos quais apresentou uma pequena biografia.
José Sidnei Gonçalves, pesquisador do Instituto de Economia Agrícola e um dos ícones da Secretaria de Agricultura, foi lembrado pelo amigo José Venâncio de Resende, jornalista da Apta, em uma crônica emocionante e, às vezes bem humorada, da amizade que uniu os dois em quase três décadas de atuação nos quadros da SAA. Após o relato, foi descerrada a placa do auditório, que recebeu o nome do pesquisador.
Após a homenagem, os convidados assistiram a apresentação da palestra “Produtividade e Crescimento da Agricultura” ministrada por José Garcia Gasques, coordenador de Planejamento Estratégico do Ministério da Agricultura – Mapa.

Clique aqui para ver as fotos do evento 

Mais informações:
Instituto de Economia Agrícola
Nara Guimarães
Assessora de Imprensa
Tel: (11) 5067-0498

Pin It

Notícias por Ano