cabecalho apta130219

Governo do Estado lança projeto de ampliação do Áquario Água Branca, na capital paulista

O governador Alberto Goldman, junto com a presidente do Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (Fussesp), Deuzeni Goldman, e o Secretário de Agricultura e Abastecimento, João Sampaio, anunciaram, em 19 de novembro,  a criação do Centro de Educação Ambiental Aquário Água Branca, no Parque da Água Branca, na capital paulista.

O início do trabalho de ampliação e modernização do Aquário Água Branca - local onde será o Centro de Educação Ambiental – está previsto para 2011, bem como a entrega das obras. A proposta é transformar o atual Aquário num espaço interativo e especializado na temática da pesca, aquicultura e meio ambiente. Para tanto, deverá focar sua atuação em cinco frentes: visitação pública, educação ambiental, pesquisa científica, preservação ambiental e sustentabilidade.

"Todo o parque está sendo modernizado, mantendo toda a característica que ele sempre teve. Uma característica rural onde você vê os bichos andando por aqui, mas ao mesmo tempo recuperando prédios que estavam deteriorados e que não tinham muita utilização", disse o governador.

No novo Centro está prevista também a construção de uma sala para a realização de palestras voltadas ao público em geral. Alunos de escolas públicas e particulares poderão ter acesso a um vasto programa de seminários e workshops. O projeto contempla ainda a construção de seis salas de aquários temáticos que envolvem assuntos relacionados às Bacias Amazônica, do Paraíba do Sul e do Rio Tietê, além de abordar sobre o Costão Rochoso, Aquário Estuário e Aquário Plantado.

O Centro de Educação Ambiental Aquário Água Branca terá área construída de aproximadamente 1.100 m2 e área permeável com mais de 5.500 m2. A área de intervenção é de cerca de 6.600 m2. Uma das novidades é que o aquecimento da água dos aquários será feito através de energia solar, com complemento por sistema elétrico.

O Termo de Convênio entre o Estado de São Paulo - por intermédio da Secretaria de Agricultura e da Casa Civil, por meio do FUSSESP - e a Fundação Patrimônio Histórico Energia e Saneamento foi firmado recentemente, para a elaboração do projeto, que tem como finalidade viabilizar a implantação do novo Centro. Coube à Fundação o desenvolvimento dos projetos de arquitetura, restauro e pedagógico, bem como a captação de recursos financeiros para a realização do projeto. A entidade firmou parcerias com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), a Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A. (Emae) e a Companhia Energética de São Paulo (Cesp).

O Aquário da Água Branca, construído na década de 30, é o mais antigo do Estado de São Paulo e o segundo mais antigo do Brasil. É mantido pelo Instituto de Pesca (IP), vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) da Secretaria de Agricultura.  O Aquário abriga atualmente peixes de água doce. Com a ampliação dessa importante atração cultural paulistana, a ideia é incluir também espécies marinhas (fonte: Fussesp e Instituto de Pesca).

 

Pin It

Notícias por Ano