Apta

FINEP aprova 13 PROJETOS para Organizações Estaduais de Pesquisa Agropecuária

O projeto “Aproveitamento de subprodutos agropecuários com foco nas cadeias de frutas, gado de corte e de leite, urucum, ovinos e pescados” da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), no valor de R$ 1,8 milhão, é um dos 13 projetos aprovados pela Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). As propostas aprovadas foram divulgadas no final de 2010 através de Carta-Convite exclusiva para as Organizações Estaduais de Pesquisa Agropecuária (OEPAS). O valor total dos 13 projetos atinge R$ 18.929.812,37.
A Carta-Convite para as OEPAS era uma reivindicação do Conselho Nacional dos Sistemas Estaduais de Pesquisa Agropecuária (CONSEPA). Em agosto de 2010, o Ministério de Ciência e Tecnologia, através da FINEP, atendeu ao pedido e publicou o edital.
O presidente do CONSEPA, Baldonedo Arthur Napoleão, disse que a publicação da Carta-Convite vai ajudar a fortalecer o Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária (SNPA). “É uma grande conquista do CONSEPA e das OEPAS e uma admirável iniciativa do Governo Federal, através do Ministério da Ciência e Tecnologia. Essa era uma reivindicação nossa, de termos recursos liberados diretamente para projetos das OEPAS. Mais de R$ 18 milhões serão destinados a projetos interesses estratégicos e emergenciais.”
Todos os projetos apresentados foram analisados por um Comitê de Avaliação, formado por analistas da FINEP e consultores ad hoc, que são especialistas nas áreas de conhecimento abrangidas pelas propostas. Foram consideradas, no processo de seleção, as oportunidades e demandas das cadeias produtivas que necessitam de suporte tecnológico. Cada OEPA pôde apresentar uma proposta.
Fruticultura
Morango, abacaxi, pêssego, manga, cereja e uva são apenas algumas frutas que enchem as prateleiras dos supermercados no final de ano por serem típicas das festas deste período. Porém, o que muitos não sabem é que, para esses alimentos chegarem com qualidade à mesa do consumidor, são desenvolvidas muitas pesquisas em busca do melhoramento da fruta. E diversas OEPAS são referências nacionais em pesquisas na área de fruticultura.
A APTA, por exemplo, desenvolve diversos projetos envolvendo o melhoramento genético de pêssego, abacaxi e uva. A Agência, através do Instituto Agronômico (IAC), realiza atividades com melhoramento genético desde 1938 e hoje é referência em pesquisas nessa área. Além das frutas já citadas, o IAC também desenvolve pesquisas com Kiwi, Ameixa, Manga, Maracujá, Pêra, entre outras.
A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) desenvolve na cidade de Maria da Fé (Sul de Minas) estudos sobre melhoramento e produção de frutas. Na Fazenda Experimental Maria da Fé, são mantidos bancos de germoplasma de morango e pêssego e também são desenvolvidas ações para orientar os pequenos produtores rurais sobre o combate de pragas, técnicas de adubação, cuidados na colheita, entre outros. Desde 2005, a EPAMIG também possui o Centro Tecnológico Uva e Vinho, na cidade de Caldas, que se tornou referência em pesquisas sobre vitivinicultura (Adaptado de textos do jornalista Thiago Fernandes, da Assessoria de Comunicação do CONSEPA).
Outras informações podem ser obtidas no site www.consepa.org.br.
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424
Acompanhe a Secretaria:
www.agriculturasp.blogspot.com
www.twitter.com/agriculturasp 
www.flickr.com/agriculturasp
www.youtube.com.br/agriculturasp
www.facebook.com/
www.delicious.com/agriculturasp
http://www.orkut.com.br

Pin It

Notícias por Ano