cabecalho apta130219

Exportações de frango caíram em janeiro

As exportações brasileiras de carne de frango totalizaram 209.049 toneladas em janeiro, um recuo de 2,19% na comparação com as 213.720 toneladas embarcadas no mesmo período em 2006. Com relação a dezembro houve redução de 12,1% nos embarques. A receita cambial somou US$ 265,068 milhões, perda de 5,6% ante janeiro de 2006, e de 10,58% na comparação com dezembro. Os dados foram divulgados ontem pela Associação Brasileira dos Exportadores de Frango (Abef). De acordo com a entidade, a redução foi provocada pela antecipação dos embarques em dezembro, mês em que houve bom desempenho das exportações. O único segmento em que as vendas externas têm tido bom desempenho é o de industrializados, de maior valor agregado. Em janeiro, os embarques somaram 12.472 toneladas, crescimento de 74,06%. A receita cambial foi de US$ 29,259 milhões, com aumento de 76,67%. Ainda segundo os dados da Abef, os embarques de cortes de frango totalizaram 124.035 toneladas, baixa de 7,05% em relação a janeiro 2006. E a receita cambial somou US$ 157,389 milhões, com uma redução de 13,72%. As exportações de frango inteiro foram de 72.541 toneladas, queda de 0,77%. A receita cambial atingiu US$ 78,419 milhões, com redução de 4,13%. A Ásia, o principal destino das exportações brasileiras, comprou menos frango em janeiro. Para este destino, os embarques foram de 52.305 toneladas, com uma diminuição de 25,04%. A receita cambial, de US$ 64,649 milhões, teve queda de 30,60%. Já para a União Européia (UE), as vendas externas do produto foram de 34.523 toneladas, o que representou um crescimento de 31,52% na comparação com janeiro de 2006. No caso da receita cambial, que somou US$ 71,196 milhões, o aumento foi de 25,88%. As exportações para a Rússia também subiram. Os embarques somaram 8.553 toneladas, elevação de 30,82%. Mas a receita foi de US$ 10,154 milhões, com recuo de 34,99%. Para 2007, as projeções da Abef apontam para embarques de 2,850 milhões de toneladas, com incremento de 5% sobre 2006, e receita cambial de US$ 3,420 bilhões, com crescimento de 6,8% na mesma comparação.
Pin It

Notícias por Ano