cabecalho apta130219

Eventos discutem extensão pesqueira na costa Sul-Sudeste e rede solidária da pesca

A Rede Ater Pesqueira da Costa Sul-Sudeste – que reúne extensionistas, pesquisadores, pescadores, técnicos e outros interessados - deverá participar do “5º Encontro Nacional da Rede Solidária da Pesca”, em Brasília, previsto para julho de 2013. A decisão foi tomada durante o “Workshop Técnico-científico sobre Extensão Pesqueira na Costa Sul-Sudeste (Pescater Sudeste-Sul)”, que aconteceu nos dia 12 e 13 de novembro, no Rio de Janeiro. Participaram representantes de comunidades, associações, colônias de pescadores, ONGs, institutos de pesquisa e órgãos governamentais.
O Estado de São Paulo foi representado no workshop pelo pesquisador Jocemar Tomasino Mendonça, do Instituto de Pesca (IP-APTA), e por Newton Rodrigues, da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), ambos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento; Juliana Greco, da Associação Rede Cananéia; Rogério José Sena, da Prefeitura de Cananéia; Fernando Gonçalves, da Prefeitura de Mongaguá; Caetano Machado de H. Júnior, da Colônia de Pescadores de Caraguatatuba; e Evandro Figueiredo Sebastiani, da Prefeitura de São Sebastião.
Na oportunidade, foram consolidadas as ações de cada Estado na Rede Ater, de acordo com Jocemar. O workshop faz parte do projeto “Rede de Ater Pesqueira da Costa Sul-Sudeste: subsídios ao fortalecimento de territórios sustentáveis na pesca artesanal”, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
O workshop trabalhou com base em três propósitos principais: (a) apresentar um diagnóstico regional da extensão pesqueira desenvolvida nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul; (b) definir estratégias para a construção de uma política territorial de extensão pesqueira; e (3) iniciar a formação de uma rede regional de extensão pesqueira.
Sobre a Rede Ater
O objetivo da Rede Ater Pesqueira é o de avaliar a possibilidade de se implantar uma rede extensionista com base na solidariedade, dialogicidade, transparência, autogestão comunitária e pesquisa-ação.
Para dinamizar a Ater, criou-se um comitê com um representante de cada Estado envolvido. Os pesquisadores Jocemar Mendonça e José Milton Andrigetto Filho (este último da Universidade Federal do Paraná) foram escolhidos coordenadores para o processo de consolidação da Rede, devendo viabilizar recursos financeiros e criar uma agenda de trabalhos do comitê.
Mais informações podem ser obtidas pelos e-mails jmendonca@pesca.sp.gov.br e jmandri@ufpr.br.
Centro de Comunicação e Transferência do Instituto de Pesca
Antonio Carlos Simões
(13) 3261-5474
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Pin It

Notícias por Ano