Apta

Estado lança 9ª Edição Especial dos Melhores Cafés de São Paulo – Safra 2011

O governador Geraldo Alckmin e a secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Mônika Bergamaschi, lançaram nesta quarta-feira, 14, a 9ª. Edição dos Melhores Cafés de São Paulo - Safra 2011. No evento, que aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, foram apresentados e degustados os dez melhores cafés produzidos nas terras paulistas, eleitos no Concurso Estadual de Qualidade.
A presidente do Fundo Social de Solidariedade (FUSSESP), Lu Alckmin, recebeu, durante a cerimônia, a doação de 500kg de café, colhidos do único cafezal remanescente da capital paulista, localizado no Instituto Biológico na Vila Mariana.
Os cafés premiados estarão à disposição do consumidor nas gôndolas dos principais mercados da capital paulista e são uma ótima opção de presente para o Natal. Em embalagens especiais de 250g, São Paulo mostra que produz e consome a melhor bebida.
O café vencedor é do município de Tejupá, sudoeste do Estado de São Paulo. O produtor José Romeu Aith Favaro, da Estância Tijuco Preto, associado da Proced - Associação dos Produtores de Café Descascado de Piraju e Região, obteve a maior nota: 9,086, em uma escala de 0 a 10. No total, foram 96 lotes de café, que concorreram em 14 concursos regionais promovidos por associações, cooperativas e sindicatos do setor durante este ano.
O evento é uma iniciativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio de sua Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (CODEAGRO), em parceria com a Câmara Setorial do Café. O evento conta ainda com o apoio do Sindicato da Indústria de Café do Estado de São Paulo, da Associação Brasileira da Indústria do Café e da Associação Comercial de Santos.
A eleição dos melhores cafés envolve categorias como: café natural, café cereja descascado, o microlote de café pequena quantidade) e café ouro e diamante ( os maiores valores pagos por uma saca). No total, 11 marcas elaboradas com grãos gourmet chegam ao mercado: Café Tiradentes, Café Toledo, Café Baronesa, Café Serra da Grama, Café Águas Claras, Café Floresta, Café Morro Grande, Café de Origem, Barisly Café, Café Ramarica e Cafeteria do Museu, do Museu do Café, de Santos.
Café Solidário
Durante o evento, Lu Alckmin recebeu a doação de 500 quilos de café produzido com grãos colhidos no Instituto Biológico (IB-APTA/SAA). Esse presente, que será distribuído para as entidades sociais cadastradas no Fussesp, nasce em um cafezal plantado na década de 50, que conta com 1.300 pés de café em plena atividade na capital paulista.

Da Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo

Pin It

Notícias por Ano