cabecalho apta130219

Embarque de carnes suínas e de frango cai em janeiro

As exportações brasileiras de carnes de frango e suínos tiveram um desempenho fraco em janeiro na comparação com dezembro e com o mesmo período do ano passado, segundo mostram dados divulgados nesta quinta-feira (01-02) pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Apenas a venda de carne bovina apresentou desempenho positivo no primeiro mês do ano. Os dados da secretaria referem-se apenas à carne in natura, que representa a maior parte dos embarques brasileiros. Os números da Secex mostram que a exportação de carne suína caiu 15% para 33,7 mil toneladas em janeiro, ante 39,6 mil toneladas em dezembro. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram embarcadas 34,1 mil toneladas, houve recuo de 1,18%. A receita das exportações em janeiro ficou em US$ 68,2 milhões, queda de 13,8% ante US$ 79,1 milhões em dezembro, mas houve aumento de 6,6% ante US$ 64 milhões em janeiro de 2006. O preço médio da tonelada vendida aumentou para US$ 2.027, ante US$ 1.996 em dezembro e US$ 1.874 em janeiro do ano passado. Quanto à carne de frango, os embarques de carne de frango recuaram 12,7% para 196,6 mil toneladas na comparação com as 225,2 mil toneladas exportadas em dezembro. Ante as 206,6 mil t embarcadas em janeiro do ano passada a queda foi de 4,85%. A receita das exportações ficou em US$ 235,8 milhões em janeiro, queda de 11,8 % ante US$ 267,2 milhões em dezembro e de 10,75% ante US$ 264,2 milhões no mesmo período do ano passado. O preço médio da tonelada vendida ficou em US$ 1.199 em janeiro, ante US$ 1.1186 em dezembro e US$ 1.279 no mesmo período do ano passado. Por fim, as exportações de carne bovina aumentaram 2,65% para 108,4 mil toneladas, ante 105,6 mil t em dezembro e 34% ante 80,9 mil t em janeiro de 2006. A receita ficou em US$ 260,2 milhões, praticamente o mesmo valor de dezembro (US$ 260,4 milhões). Com relação a janeiro de 2006 (US$ 180,7 milhões) houve aumento de 44%. O preço médio da tonelada vendida ficou em US$ 2.400 em janeiro, ante US$ 2.465 em dezembro e US$ 2.232 no mesmo período do ano passado
Pin It

Notícias por Ano