cabecalho apta130219

Doenças do milho, em palestra no ciclo de fitossanidade do IAC-APTA

Um produto estratégico na alimentação humana, mas também um dos mais vulneráveis a doenças. Daí a importância da palestra “Manejo de doenças na cultura do milho”, nesta terça-feira (19 de agosto) às 14 horas em Campinas (SP), como parte do Ciclo de Palestras de Fitossanidade”, promovido pelo Instituto Agronômico (IAC-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. O objetivo é divulgar e discutir resultados de trabalhos de pesquisa com milho desenvolvidos no IAC, em parceria com Instituto Biológico (IB-APTA), APTA Pólos, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) e empresas de sementes, diz a palestrante e pesquisadora Christina Dudienas, do Centro de Fitossanidade do IAC. O milho é o cereal mais produzido no Brasil e também um dos mais vulneráveis ao desenvolvimento de fungos toxigênicos e, por isso, deve receber atenção especial da pesquisa, explica Dudienas. “Atualmente, ocorrem diversas doenças na cultura do milho que diminuem sua produtividade. Portanto, é importante que se desenvolvam trabalhos visando ao manejo e controle dessas doenças.” As principais doenças do milho são ferrugens e manchas de Cercospora, de Phaeosphaeria e de Diplodia. A coordenação do evento disponibilizou 30 vagas ao público-alvo que é formado de pesquisadores, alunos de pós-graduação e graduação e técnicos do setor. Este já é o VI Ciclo de Palestras, que é realizado mensalmente pelo Centro de Fitossanidade, na Fazenda Santa Elisa, Avenida Theodureto de Camargo, 1500 – Campinas (SP). Mais informações podem ser obtidas com os coordenadores do ciclo, César Pagotto Stein e Margarida Fumiko Ito, por meio dos respectivos e-mails cpstein@iac.sp.gov.br e mfito@iac.sp.gov.br ou ainda pelo telefone (19) 3241 5847. José Venâncio de Resende/Taís de Toledo Barros Auler Assessoria de Comunicação (11) 5067-0424/0435 (Gabinete da APTA) (19) 3231-5422, ramal 124 (IAC – Campinas)
Pin It

Notícias por Ano