cabecalho apta130219

Cultivares de feijão carioca IAC são destaques na Agrifam

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, expôs na Agrifam cultivares de feijão carioca, com características que agradam produtores e consumidores.
A cultivar de feijão IAC Milênio possui um pacote tecnológico composto por qualidade de grão de alto padrão no mercado, com caldo espesso e alto rendimento de panela, alta produtividade, porte ereto que viabiliza colheita mecanizada, resistência à antracnose e à murcha de Fusarium. 
 A cultivar IAC Milênio tem produtividade média de 2.831 kg/hectare, que é semelhante a outros materiais do mercado, e potencial produtivo de 4.625 kg/hectare. “São Paulo tem a maior produtividade média por área, no Brasil, em torno de 1.800 quilos por hectare, que ainda é baixo frente ao potencial produtivo da cultura, que fica acima de 4 mil quilos por hectare”, explica o pesquisador do IAC, Alisson Fernando Chiorato.
O feijão IAC Imperador possui características que agradam os consumidores e os produtores rurais. O feijão é precoce, com ciclo de 75 dias, quando o normal é de 85 a 95 dias, com alta qualidade de grãos. O IAC Imperador é resistente às principais doenças da cultura, reduzindo em até 30% a aplicação de defensivos.
 Na panela de pressão, o IAC Imperador fica pronto em aproximadamente 20 minutos, com grãos claros e inteiros no final do cozimento. O valor proteico da variedade chega a 21%, menor apenas que a variedade de feijão IAC Formoso, que tem de 23% a 24% de proteína.
Texto: Carla Gomes (MTb 28156) e Fernanda Domiciano
Mais informações
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
Instituto Agronômico (IAC)
(19) 2137-0613
 
Pin It

Notícias por Ano