Apta

Controle do carrapato-do-boi é tema de Workshop no IZ

Para discutir os resultados da genética da resistência do carrapato-do-boi, aos produtos químicos e a melhor forma de controlar este parasita, o Instituto de Zootecnia (IZ-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, realizará “IV Workshop Controle de Carrapatos”, em14 de agosto, a partir das 8 horas, em Nova Odessa, interior de São Paulo.
Segundo a coordenadora do evento, pesquisadora do IZ, Cecília José Veríssimo, serão discutidos com especialistas o impacto das formas de controle nas doenças Anaplasmose e Babesiose transmitidas pelo carrapato-do-boi, utilizando produtos químicos, produtos alternativos – homeopatia e fitoterapia –, além do controle estratégico. Será discutido ainda como todas essas tecnologias e o conhecimento sobre o controle do carrapato podem chegar mais rapidamente ao produtor rural.
“O prejuízo que o carrapato pode ocasionar ao rebanho nacional foi estimado em dois bilhões de dólares”, revela a pesquisadora. As raças mais suscetíveis são de origem europeia. Porém, de acordo com Cecília, o próprio bovino, aquele resistente ao carrapato, em especial os zebuínos da raça Nelore, mostra-se como a melhor opção no controle biológico do carrapato, devido à limitação do ciclo de vida do parasita que acontece nestes hospedeiros resistentes.
Workshop
Para falar sobre a situação de populações de carrapatos de todo o Brasil em relação à resistência genética a diferentes tipos de carrapaticidas e os fatores de risco para se chegar a uma situação crítica de resistência dos carrapatos a carrapaticidas, foi convidada a pesquisadora da Embrapa Rondônia, Luciana Gatto. 
Em seguida, o professor Romário Cerqueira Leite, da Universidade Federal de Minas Gerais, irá expor as técnicas apropriadas para aplicação correta do carrapaticida, a pressão da bomba pulverizadora, a maneira de aplicar o carrapaticida sobre o animal, os cuidados com os animais e com o aplicador, o melhor momento de aplicá-lo, divulgando pesquisas com esta temática. 
Na parte da tarde, haverá uma mesa redonda, onde serão discutidas diferentes formas de controle do carrapato: controle seletivo em gado de corte, controle alternativo em gado de leite e controle estratégico. Nesta mesa redonda estarão presentes o doutorando Lew Kan Sprenger, orientado pelo professor Marcelo B. Molento da UFPR.  Ele irá contar a sua experiência pessoal com o tratamento seletivo em rebanhos de corte no sul do Brasi. A pesquisadora do IZ, Cecília José Veríssimo, irá relatar resultados com pesquisas sobre controle alternativo para gado leiteiro – gado resistente ao carrapato, homeopatia, fitoterapia e controle biológico.
Para fechar a discussão da mesa redonda, a pesquisadora Márcia Mendes, do Instituto Biológico (IB-APTA), irá apresentar uma proposta de controle estratégico do carrapato-do-boi para o Estado de São Paulo.
Para debater todas essas formas de controle, a coordenação convidou a professora Rosangela Zacarias Machado, da Unesp de Jaboticabal, com muita experiência em doenças transmitidas pelo carrapato – Anaplasmose e Babesiose.
Para finalizar o evento, haverá a palestra do Médico Veterinário Carlos Pagani Netto, responsável pela implantação do Projeto CATI Leite no Estado de São Paulo, que abordará a melhor maneira de todas informações transmitidas durante o evento chegarem ao produtor rural.
Mais informações clique IV Workshop Controle do Carrapato - Tema: Resistência e Controle
Texto: Lisley Silvério (MTb 26.194)
Assessoria de Imprensa – IZ

Pin It

Notícias por Ano