Apta

Colheita no cafezal do IB lança início da safra em São Paulo

No maior cafezal do coração da cidade de São Paulo, localizado no Instituto Biológico (IB-APTA), foi comemorado dia 24 de maio o início da safra 2012 e o Dia Nacional do Café. A secretária de Agricultura e Abastecimento, Mônika Bergamaschi, fez a abertura do evento, representando o governador Geraldo Alckmin. Durante a cerimônia, Mônika recebeu o título de “Ministra da Agricultura da República de Vila Mariana” de instituição do bairro.
Outra comemoração importante foi o anúncio do certificado internacional UTZ, que atesta boas práticas e sustentabilidade no cafezal. O Biológico é o primeiro instituto público do mundo a receber o título, e como agradecimento o diretor do IB, Antonio Batista, fez a entrega de medalhas aos funcionários e colaboradores que participaram deste trabalho. Ele também fez uma homenagem especial ao funcionário aposentado do Instituto Biológico e responsável pelo replantio do cafezal na década de 1980, Aldir Alves Teixeira.
O evento teve a participação de representantes da indústria, associações, entidades do setor e da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA). Também estiveram presentes o presidente do Sindicato da Indústria de Torrefação e Moagem de Café do Estado do Espírito Santo (SINCAFE) e vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Dagmar Cupaiollo; secretário estadual da Cultura, Marcelo Araújo; presidente da Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), Américo Sato; coordenador do Concurso “Qualidade do Café”, Eduardo Carvalhaes; e o presidente da Câmara Setorial do Café, Nathan Herszkowicz.
Colheita do café
Todos os participantes tiveram a oportunidade de colher os frutos maduros no cafezal do Instituto Biológico, que conta com 1.500 pés de café. “A festa da colheita é o momento de, por meio dos frutos do trabalho humano e da generosidade da natureza, agradecer ao criador e reconhecer o quanto somos ricos e fortes por poder plantar e colher”, disse Mônika Bergamaschi antes da colheita simbólica do grão. “A terra, com suas leis, nos mostra que colhemos o que plantamos. E o sucesso é o fruto do nosso trabalho”, completou a secretária.
A história do cafezal do Instituto teve início na década de 1920 quando a “broca-do-café” começou a atingir as plantações do Estado de São Paulo, provocando a destruição dos grãos e a queda da produção nas fazendas. Essa crise que abalou o setor cafeeiro resultou na criação do IB, que tem a missão de gerar conhecimento para promover a sanidade animal e vegetal do agronegócio paulista.
A produção paulista de café do ano-safra 2012/13 é estimada em 5,04 milhões de sacas, um aumento de 28,7% em relação à anterior. Os dados são do último levantamento do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) e Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), vinculados à SAA-SP, em parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
O Sabor da Colheita foi organizado pela Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (CODEAGRO), Instituto Biológico da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) e Câmara Setorial de Café, vinculados à SAA-SP, com o apoio do Sindicato da Indústria do Café do Estado de São Paulo (SINDICAFÉ), da ABIC, do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro, Pequena e Média Empresa (SEBRAE-SP) e cooperativas de café do Estado.
Clique aqui para ver imagens da colheita na galeria de fotos
Assessoria de Comunicação da Secretaria
Marina Mantovani/Nara Guimarães/Adriana Rota/ Melissa Cerozzi
Tel.: (11) 5067-0069

Pin It

Notícias por Ano