cabecalho apta130219

Câmara Setorial quer diagnóstico completo da produção orgânica em SP

Um diagnóstico completo da produção orgânica no Estado de São Paulo foi solicitado pela Câmara Setorial de Agricultura Ecológica, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, em reunião realizada no dia 23 de maio na sede da Associação de Agricultura Orgânica (AAO). Estes dados são importantes para auxiliar na formulação de um plano de metas para o setor e no estabelecimento de políticas públicas, além de outras finalidades, segundo a engenheira agrônoma Araci Kamiyama, presidente da Câmara Setorial. O diagnóstico, que seria elaborado pelos institutos de pesquisa da APTA/SAA, deve considerar as informações sobre agricultura orgânica incluídas no censo 2007, do IBGE, e a classificação especial para produtos orgânicos que consta da Resolução Camex nº 13, da Câmara de Comércio Exterior (CAMEX) do Ministério do Desenvolvimento (MDIC). De acordo com Araci, um diagnóstico foi realizado há dois anos e o levantamento não corresponde mais à realidade do setor, em rápido crescimento no Estado de São Paulo. Além disso, Araci considera que há necessidade de pesquisas nas mais diversas esferas, dentro da agricultura orgânica e áreas afins. Ela cita como exemplo variedades, valor nutricional dos alimentos orgânicos e comportamento de resíduos orgânicos no solo. “As interações em sistemas complexos, como a agricultura orgânica, precisam ser ´entendidas´ e pesquisadas! Mas não é só pesquisas que o movimento orgânico carece para crescer de forma sustentável. Eu citaria alguns principais entraves: assistência técnica aos agricultores, logística (distribuição/comercialização do produto), falta de informações aos consumidores e sociedade em geral (o consumidor ainda confunde ´orgânico´ com ´hidropônico´) e ensino (é preciso incluir o tema dentro da grade curricular), entre outros.” Porém, a presidente da Câmara Setorial considera que os institutos da APTA/SAA têm participado de iniciativas regionais “bem interessantes”, como é o caso da Rede Regional de Agroecologia da Mantiqueira Mogiana, que reúne ONGS, pesquisa (APTA, EMBRAPA), extensão (CATI) e produtores... Semana do alimento orgânico Também na reunião foram discutidas formas de envolvimento da Secretaria de Agricultura e Abastecimento nos eventos da III Semana do Alimento Orgânico, que deverá acontecer na segunda quinzena de novembro. Entre as sugestões, destaca-se a da participação dos institutos de pesquisa da APTA na forma de apresentação de palestras e organização de atividades. Outras propostas são viabilizar a abertura do evento no Memorial da América Latina, incluir eventos culturais na programação e realizar ações no Mercado Municipal. Por fim, foi levantada a possibilidade de introdução de alimentos orgânicos na merenda das escolas estaduais e municipais. Araci informou que já estão sendo realizados alguns projetos-piloto em escolas municipais em São Paulo, com o envolvimento direto da AAO.
Pin It

Notícias por Ano