cabecalho apta130219

Clima seco e Usda causam alta do trigo

São Paulo, 12 de Junho de 2007 - Os dados divulgados no relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda), aliados às previsões norte-americanas de clima seco, fizeram as cotações do trigo e do milho dispararem ontem (11-06) na Bolsa de Chicago (CBOT). Os contratos do trigo para setembro fecharam em 571 centavos de dólar por bushel, alta de 5,3% em relação ao pregão do dia 7 de setembro. Já os papéis do milho com vencimento em julho fecharam em 396 centavos de dólar por bushel, alta de 3,6% diante do dia 7. Segundo o analista da Agra-FNP, Fábio Turquino Barros, o relatório da Usda reduziu a produtividade das lavouras de trigo dos Estados Unidos por causa de problemas climáticos. Assim, a produção norte-americana em 2007, agora está projetada em 1,610 bilhões de bushels, abaixo das estimativa iniciais de 1,640 milhões de bushels. Além disso, segundo ele, o estoque final mundial para a safra 2007/08 estão projetados em 112,03 milhões de toneladas, o menor estoque de passagem dos últimos 30 anos, segundo Barros. "O Ministério da Agricultura da Ucrânia também cortou a estimativa do País de produção de trigo para 12 bilhões de toneladas, ante as 12 bilhões de toneladas previstas inicialmente. Esses fatores influenciaram o mercado e o trigo pode ser o novo destaque entre as commodities". (Gazeta Mercantil/Caderno C - Pág. 8)(Fabiana Batista) Fonte(s): Gazeta Mercantil
Pin It

Notícias por Ano